Um King Air C-90 despenhou-se esta quinta-feira numa zona residencial em Bombaim, na Índia, e provocou pelo menos seis mortos: dois pilotos, dois engenheiros de voo e duas pessoa que estavam no local do acidente e foram atingidas pelos destroços do aparelho.

A informação foi confirmada à Associated French Press (AFP) pelo porta-voz da polícia de Mumbai, que confirmou que as equipas de segurança já estão no local a investigar o acidente. Segundo a imprensa indiana, o avião pertencia ao governo do Estado de Uttar Pradesh e caiu perto de uma zona com prédios em construção em Ghatkopar.

Tratava-se de um avião com 12 lugares que estava a ser utilizado para um voo teste da pista de Juhu, em Mumbai. Segundo a CNN, a caixa negra do avião já foi encontrada.

O aparelho, de 12 lugares, transportava apenas quatro pessoas e despenhou-se pouco depois das 13h30 (09h00 em Lisboa). De acordo com as imagens captadas, há partes do aparelho em chamas junto aos prédios em construção.

https://www.youtube.com/watch?v=8C4C5WgRMp4

O Ministro do Comércio, Indústria e Aviação Civil da Índia, Suresh Prabhu, já reagiu no Twitter e anunciou que deu ordem para se iniciar uma investigação ao acidente o mais rápido possível, informando que está “em permanente contacto” com as equipas no local.

Já o ex-ministro da Aviação Civil e Indústria Pesada destacou a atitude do piloto “em evitar uma tragédia maior, salvando várias vidas ao sacrificar a sua própria vida”.