Rádio Observador

Ministro da Educação

Ministro da Educação anuncia acordo para manter inalterados os preços dos manuais escolares

Acordo entre o Governo e a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros faz com que os preços dos manuais escolares não aumentem.

MÁRIO CRUZ/LUSA

O ministro da Educação anunciou esta sexta-feira no Porto o acordo entre o governo e a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) que permitirá que nos próximos quatro anos os preços dos manuais se mantenham inalteráveis.

Em declarações à margem da Skills Summit Porto 2018, a decorrer no Porto, o ministro que, de manhã, tinha deixado indícios de que as negociações estariam a chegar ao fim, assinalou o acordo, com um adicional de componente digital.

Chegámos a acordo para que nos próximos quatro anos não exista aumento dos preços, somente aquele indexado à inflação, como normalmente acontece”, declarou Tiago Brandão Rodrigues.

Congratulando-se pelo sucesso das negociações, depois de dois anos em que foi “conseguido que isso [não aumento do preço dos manuais] acontecesse”, o governante destacou o facto de o acordo incluir também uma licença digital para os jovens e crianças.

[FrameNews src=”https://s.frames.news/cards/gastos-com-educacao-1/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”518″ slug=”gastos-com-educacao-1″ thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/gastos-com-educacao-1/thumbnail?version=1516277144802&locale=pt-PT&publisher=observador.pt” mce-placeholder=”1″]

“Na negociação foi também conseguido que todos os jovens e crianças do I e II Ciclo que vão ter os manuais gratuitos no próximo ano beneficiem de uma licença digital que lhes vai dar acesso gratuito a um conjunto de materiais digitais que vão complementar o manual escolar físico”, concluiu.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PCP

PCP: partido liberal falhado?

José Miguel Pinto dos Santos
6.765

Será então que a proposta eleitoralista de taxar depósitos acima de 100 mil euros um desvio liberal de um partido warxista? De modo algum. Não só é iliberal como irá agravar a próxima crise económica.

Maioria de Esquerda

A síndrome Maria Heloísa /premium

André Abrantes Amaral

Não pensem que a maioria absoluta livra o PS do BE ou do PCP. Tanto um como outro são já parte integrante do PS que recebeu de braços abertos membros que, noutras eras, teriam aderido ao PCP ou ao BE.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)