Inesperadamente, o e-tron tomou conta do palco da Royal Danish Playhouse, em Copenhaga. É aí que a marca dos quatro anéis está a mostrar, pela primeira vez, o interior de um protótipo. Mas aquilo que agora nos é dado a ver estará muito próximo da versão que sairá para as ruas. A confirmar-se isso, o novo e-tron corre o risco de vir a ser a nova referência entre os SUV, no domínio da tecnologia.

Na nota que é enviada à imprensa, a marca assegura que o seu primeiro modelo 100% eléctrico a bateria terá… espelhos laterais virtuais, que trocam os “tradicionais” retrovisores por câmaras! Trata-se de um opcional cuja ideia é “levar a digitalização para um novo patamar”, com ganhos em termos de segurança e de conforto, defende a Audi. No mínimo, esta solução oferece ao condutor uma experiência tecnológica, pois o sistema baseia-se numa pequena câmara cuja imagem é processada digitalmente e exibida em ecrãs OLED de 7 polegadas no interior. A marca acrescenta que o condutor pode alterar configurações via touchscreen, sendo que a imagem pode ser movida, ampliada ou reduzida, sempre de forma a fornecer o campo de visão que melhor serve o condutor. Como se isto não fosse suficientemente precursor, a promessa de que o sistema pode exibir três tipos de vistas, consoante o contexto de utilização: virar, estacionar ou, pura e simplesmente, circular na estrada.

12 fotos

A par destas habilidades, destaque para o incontornável Audi Virtual Cockpit e para um interior que segue as deixas dos novos A8, A7 e A6. Ou seja, clássico mas com um aparato tecnológico tal que exala modernidade. A Audi fala numa habitabilidade generosa, mesmo de topo para quem se senta atrás, até porque desaparece o túnel de transmissão.

Mas o fabricante de Ingolstadt não está a abrir as portas do e-tron no Royal Danish Playhouse de ânimo leve. Pelo contrário, assim tem um óptimo pretexto para informar que o seu SUV eléctrico vai oferecer, também opcionalmente, uma experiência sonora ao nível de uma sala de concertos. O segredo está no sistema da Bang&Olufsen, com 16 altifalantes e um amplificador com até 705 watts de potência.

Depois desta música, nota para lembrar que ainda não há nova data para a apresentação completa do e-tron, SUV que promete uma autonomia entre carregamentos na casa dos 400 km, já de acordo com o novo ciclo de homologação WLTP.