Startups

As startups que fecham já têm uma incineradora no Porto

O Incinerator é um projeto da Founders Founders que quer promover a partilha das aprendizagens que decorrem do encerramento de um projeto. A primeira edição acontece no Porto, a 10 de julho.

A iniciativa da Founders Founders quer mostrar que numa startup nada se perde, tudo se transforma

Getty Images/iStockphoto

Nasceu uma incineradora no Porto só para projetos fracassados. O Incinerator é um projeto da Founders Founders que quer mostrar que, numa startup, “nada se perde e tudo se transforma” e que é possível partilhar o conhecimento e aprendizagem conquistados quando uma empresa tem de fechar portas. A primeira edição do Incinerator acontece a 10 de Julho, às 14 horas, no Founders Café.

A comunidade tem aceleradoras, incubadoras, e agora tem também uma incineradora. Todos aqueles que quiserem usar este espaço para partilhar as suas aprendizagens, falem connosco. No Incinerator, nada se perde, tudo se transforma”, afirmou Rui Santos Couto, da Founders Founders, em comunicado.

O primeiro orador do Incinerator é Nelson Pereira, fundador da TopDox, um serviço de cloud empresarial e de gestão de ficheiros, que fornecia uma solução de acesso e partilha móvel de ficheiros para empresas, sem necessidade de migração ou armazenamento na nuvem. Apesar da presença em vários eventos e da atração mediática, a TopDox foi encerrada recentemente.

Atualmente, Nelson Pereira é  gestor de projeto na Dropbox, uma das maiores multinacionais que oferece serviços de armazenamento de dados na nuvem. É também gestor de produto e de Investigação & Desenvolvimento na Xpand IT, uma tecnológica especializada em grandes quantidades de dados e mobilidade empresarial.

Rui Santos Couto explica que o objetivo do evento é mudar a perceção que se tem atualmente sobre o fim das startups. “Este espaço dá oportunidade aos fundadores para falarem sobre as suas experiências. É um dos primeiros passos para desfazer mitos e complexos”, afirmou.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: apimentel@observador.pt
Finanças Públicas

Como evitar um 4º resgate? /premium

Paulo Trigo Pereira

Portugal necessita de mais doze anos (três legislaturas completas) de crescimento económico e de finanças públicas quase equilibradas para sair da zona de risco financeiro em que ainda se encontra.

Finanças Públicas

Como evitar um 4º resgate? /premium

Paulo Trigo Pereira

Portugal necessita de mais doze anos (três legislaturas completas) de crescimento económico e de finanças públicas quase equilibradas para sair da zona de risco financeiro em que ainda se encontra.

Brexit

Boris Johnson /premium

João Marques de Almeida

Em Londres, só um louco ou um suicida é que defenderiam o acordo assinado com a União Europeia. Resta saber se os líderes europeus terão a lucidez de reconhecer o evidente: o acordo que existe morreu.

Ambiente

A onda verde na UE e os nacionalismos

Inês Pina

Se hoje reduzíssemos as emissões de CO2 a zero já não impedíamos a subida de dois graus centígrados. E estes “míseros” dois graus vão conduzir ao fim das calotas polares e à subida do nível do mar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)