Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Nasceu uma incineradora no Porto só para projetos fracassados. O Incinerator é um projeto da Founders Founders que quer mostrar que, numa startup, “nada se perde e tudo se transforma” e que é possível partilhar o conhecimento e aprendizagem conquistados quando uma empresa tem de fechar portas. A primeira edição do Incinerator acontece a 10 de Julho, às 14 horas, no Founders Café.

“A comunidade tem aceleradoras, incubadoras, e agora tem também uma incineradora. Todos aqueles que quiserem usar este espaço para partilhar as suas aprendizagens, falem connosco. No Incinerator, nada se perde, tudo se transforma”, afirmou Rui Santos Couto, da Founders Founders, em comunicado.

O primeiro orador do Incinerator é Nelson Pereira, fundador da TopDox, um serviço de cloud empresarial e de gestão de ficheiros, que fornecia uma solução de acesso e partilha móvel de ficheiros para empresas, sem necessidade de migração ou armazenamento na nuvem. Apesar da presença em vários eventos e da atração mediática, a TopDox foi encerrada recentemente.

Atualmente, Nelson Pereira é  gestor de projeto na Dropbox, uma das maiores multinacionais que oferece serviços de armazenamento de dados na nuvem. É também gestor de produto e de Investigação & Desenvolvimento na Xpand IT, uma tecnológica especializada em grandes quantidades de dados e mobilidade empresarial.

Rui Santos Couto explica que o objetivo do evento é mudar a perceção que se tem atualmente sobre o fim das startups. “Este espaço dá oportunidade aos fundadores para falarem sobre as suas experiências. É um dos primeiros passos para desfazer mitos e complexos”, afirmou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR