Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um piloto despistou-se este sábado durante uma prova do rali de Viana do Castelo atropelando mortalmente um espectador de 65 anos que assistia à prova, disse ao Observador fonte da GNR de Viana do Castelo.

Segundo as autoridades, o piloto seguia na prova quando se despistou na zona da Montaria, acabando por embater contra um espectador.

O homem, de 65 anos, ainda foi transportado pelos bombeiros que se encontravam de prevenção junto ao local da prova para o hospital de Viana do Castelo, mas não resistiu aos ferimentos e acabou por morrer.

O despiste aconteceu por volta das 15h30, detalhou a mesma fonte.

Segundo disse fonte da Câmara Municipal de Viana do Castelo à Agência Lusa, a homem é natural de Guimarães e “foi colhido” numa saída de estrada de um dos participantes no rali e, apesar de “assistido de imediato pelo médico da prova e pelo INEM [Instituto Nacional de Emergência Médica]”, acabou por morrer no local.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“O rali em princípio vai ser anulado, mas neste momento está suspenso, assim como todas as atividades da câmara”, disse.

De acordo com dados da organização, a cargo do Clube Automóvel de Santo Tirso, em parceria com a autarquia local, o Rali de Viana do Castelo contava este ano com “recorde de inscritos”, num total de 84 pilotos, entre eles o campeão nacional de Ralis GT 2017, Vítor Pascoal, e os tricampeões Fernando Peres e Adruzilo Lopes.

O primeiro dia de prova arrancou esta tarde e devia terminar pela meia-noite, sendo que deveria depois prosseguir no domingo.