Dark Mode 132kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Podence diz que a sua passagem pelo Sporting acabou "definitivamente"

Numa publicação no seu Instagram, Podence acabou com as dúvidas. "Definitivamente, a minha passagem pelo Sporting acabou e essa passagem não foi curta", escreveu o futebolista.

i

Carlos Rodrigues/Getty Images

Carlos Rodrigues/Getty Images

Podence, um dos jogadores que rescindiram contrato com o Sporting na sequência das agressões na academia de Alcochete, diz que a sua passagem pelo clube acabou “definitivamente”. Depois de o atual presidente da SAD do Sporting, Sousa Cintra, ter admitido em entrevista que o regresso de Podence ao clube estaria para breve, o jogador acabou com as dúvidas numa publicação colocada no seu Instagram.

“Não me pronunciei antes sobre o assunto por ainda não saber o meu futuro, sendo que esse poderia ser no Sporting Clube de Portugal. Definitivamente, a minha passagem pelo Sporting acabou e essa passagem não foi curta. Por isso, a decisão que tomei foi a mais refletida possível. Nunca deixaria o Sporting se assim não fosse”, escreveu Podence.

Sousa Cintra admite que regresso de Bruno Fernandes e Podence ao Sporting pode estar por horas

“Foram 13 anos de leão ao peito, dos quais eu tenho o maior orgulho e estarei eternamente grato. Eu cresci no Sporting. A minha formação pessoal e desportiva devo-a ao Sporting. Cruzei-me com pessoas que levo para toda a vida. Foi também onde apurei ainda mais a minha paixão pelo futebol, daí sentir a necessidade de mudar”, continua a publicação do jogador.

Podence apagou aquela frase mas a mensagem foi entendida (a crónica do Sporting-Portimonense)

Sobre as agressões em Alcochete, Podence escreveu que “ninguém” no clube o ensinou a lidar com violência. “Apesar de tudo que o Sporting me ensinou, ninguém me ensinou a lidar com um ambiente de ameaças, de violência, onde temo pela minha segurança e pela da minha família e nem deveriam ter ensinado porque o futebol ou outro desporto não devem ser assim”, escreveu.

“[BdC] atiçou a ira dos adeptos contra mim”. Leia aqui na íntegra as 34 páginas da rescisão de Rui Patrício e Podence

“Nós, profissionais de futebol, somos muito mais do que as quatro linhas. Temos família, amigos e sentimentos, mas essas barreiras nem sempre foram respeitadas. Desta forma, vou a procura de novos objectivos, sempre a tentar dar o melhor de mim mas nunca, de maneira alguma, esquecerei o clube que tanto me deu e que estará sempre no meu coração”, escreveu, antes de concluir agradecendo ao Sporting e aos que o apoiaram no clube.

A todos os Sportinguistas: Não me pronunciei antes sobre o assunto por ainda não saber o meu futuro, sendo que esse poderia ser no Sporting Clube de Portugal. Definitivamente, a minha passagem pelo Sporting acabou e essa passagem não foi curta. Por isso, a decisão que tomei foi a mais refletida possível. Nunca deixaria o Sporting se assim não fosse. Foram 13 anos de Leão ao peito, dos quais eu tenho o maior orgulho e estarei eternamente grato. Eu cresci no Sporting. A minha formação pessoal e desportiva devo-a ao Sporting. Cruzei-me com pessoas que levo para toda a vida. Foi também onde apurei ainda mais a minha paixão pelo futebol, daí sentir a necessidade de mudar. Para mim o futebol é um modo de estar na vida, é condição para o meu equilíbrio emocional e com os acontecimentos recentes eu deixei de encontrar a harmonia que preciso para jogar. Apesar de tudo que o Sporting me ensinou, ninguém me ensinou a lidar com um ambiente de ameaças, de violência, onde temo pela minha segurança e pela da minha família e nem deveriam ter ensinado porque o futebol ou outro desporto não devem ser assim. Nós, profissionais de futebol, somos muito mais do que as quatro linhas. Temos família, amigos e sentimentos, mas essas barreiras nem sempre foram respeitadas. Desta forma, vou a procura de novos objectivos, sempre a tentar dar o melhor de mim mas nunca, de maneira alguma, esquecerei o clube que tanto me deu e que estará sempre no meu coração. Digo-vos isto com toda a sinceridade e agradeço, pelo menos, respeito. Obrigado Sporting Clube de Portugal! E a todos aqueles que me têm apoiado. Daniel Castelo Podence

A post shared by Daniel Podence ???????? (@podence) on

De referir que o Olympiacos, da Grécia, chegou a ser um destino quase certo nos últimos dias, havendo agora a possibilidade de se mudar para um clube de Inglaterra.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.