O ministro britânico para a saída da União Europeia (UE), Dominic Raab, disse que o “livro branco” sobre o ‘brexit’ que o Governo britânico deve publicar esta quarta-feira propõe aos “27” uma associação económica “sem precedentes”.

Raab, que assumiu a pasta do ‘brexit’ esta semana após a demissão de David Davis, disse, em comunicado, que a sua proposta de futura relação comercial prevê manter intactas as “cadeias de fornecimento profundamente integradas entre o Reino Unido e a União Europeia”.

O plano, que ainda não foi apresentado a Bruxelas, “manteria um comércio de bens sem fricção” entre os dois lados do Canal da Mancha e evitaria uma “fronteira dura” entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda , adianta Raab.

‘Brexit’ pode custar mais de mil euros por ano a cada família britânica – consultora

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/aprovacao-ao-brexit/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”86″ slug=”aprovacao-ao-brexit” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/aprovacao-ao-brexit/thumbnail?version=1528291161099&locale=pt-PT&publisher=observador.pt” mce-placeholder=”1″]

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ao mesmo tempo, “tirará o Reino Unido do mercado único e da união aduaneira” e concederá a Londres “a flexibilidade que precisa para assinar novos acordos comerciais em todo o mundo”, acrescentou o ministro, um dos políticos do Partido Conservador que defendeu o ‘brexit’ na campanha para o referendo de 2016.

Junto com esta associação económica sem precedentes, queremos também construir uma parceria de segurança que não tenha rival e uma parceria incomparável em questões transversais como dados, ciência e inovação”, declarou Raab.