O ex-dirigente do Sporting, André Geraldes, terá enviado mensagens para o telemóvel de Bruno de Carvalho sugerindo-lhe que os jogadores do clube de Alvalade fossem confrontados por elementos das claques leoninas numa altura de maus resultados desportivos.

A notícia é do Correio da Manhã, que dá conta de uma mensagem onde André Geraldes dirá ao ex-presidente do Sporting que seria necessário enviar elementos de uma claque (sem que se especifique qual) “para cima dos jogadores”. Noutra mensagem, sublinha a necessidade de demonstrar aos jogadores “quem manda”.

As mensagens em questão vieram à tona a propósito da operação Cashball, que em nada tem a ver com as agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting na Academia de Alcochete.

André Geraldes, que funcionava com um braço direito de Bruno de Carvalho na sua última direção e que servia de ligação da cúpula do clube à equipa de futebol, foi detido a 16 de maio por suspeitas de corrupção desportiva.

Esta quarta-feira, foram constituídos outros nove arguidos no caso das agressões de Alcochete, elevando para 36 o número de suspeitos em prisão preventiva. As primeiras 27 foram detidas poucos depois dos incidentes de 15 de maio.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

https://observador.pt/videos/atualidade/quem-e-andre-geraldes-o-dirigente-do-sporting-acusado-de-ter-montado-a-teia-de-corrupcao-no-andebol/