Os norte-americanos Mike Bryan e Jack Sock venceram este sábado a variante de pares masculinos do torneio londrino de Wimbledon, ao derrotarem na final a dupla formada pelo sul-africano Raven Klaasen e pelo neozelandês Michael Venus.

A dupla norte-americana venceu o embate ao fim de cinco ‘sets’, com parciais de 6-3, 6-7 (7-9), 6-3, 5-7 e 7-5, ao fim de três horas e 40 minutos.

Especialista na variante de pares, Mike Bryan assegurou o seu 17.º título de um ‘Grand Slam’ em pares masculinos, o quarto na relva londrina, mas, pela primeira vez, sem a companhia do seu irmão gémeo, Bob, ausente devido a lesão, pelo que fez equipa com Jack Sock, 15.º jogador do ‘ranking’ mundial de singulares.

Por seu turno, Sock conquistou pela segunda vez o título de pares em Wimbledon, depois de já ter vencido em 2014 com o canadiano Vasek Pospisil, numa final em que derrotaram os irmãos Bryan, dupla que jogou 76 torneios do ‘Grand Slam’ consecutivos, antes da lesão de Bob, sofrida na primavera.