Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Cinco pessoas foram surpreendidas por uma onda, na Praia dos Pescadores, em Espinho, e o ferido que inspirava mais cuidados acabou por não resistir, confirmou ao Observador fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro. A vítima mortal foi um homem que estava acompanhado pela mulher e três filhas.

O acidente ocorreu pelas 11h deste domingo e as equipas de salvamento conseguiram retirar as cinco pessoas do mar, mas não conseguiu evitar a morte de um dos socorridos. As outras vítimas, com menos gravidade, são uma mulher de 40 anos e três menores com 10, 14 e 16 anos. Foram transportados para o Hospital São João, com choque por hipotermia.

Em declarações à Lusa, o comandante do Porto de Leixões, Rodrigues de Campos, referiu que as cinco pessoas foram retiradas do mar por nadadores salvadores da praia adjacente à Praia dos Pescadores, que é uma “praia não vigiada”.

O homem tinha 44 anos e vivia na zona de Paredes, segundo o Correio da Manhã. A equipa de socorro realizou manobras de reanimação durante cerca de meia hora, já que a vítima estava em paragem cardiorespiratória, sem sucesso. O óbito foi declarado pouco depois do meio-dia, às 12h06, adiantou a fonte do CDOS de Aveiro. Além dos Bombeiros de Espinho e da Polícia Marítima, participaram na operação de salvamento o INEM de Gaia e de Santa Maria da Feira.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR