Dominadora de palcos, Internet e agora também da televisão — Assim se descreve a cantora brasileira Anitta, que ainda em 2018 vai aterra na Netflix com a série documental “Vai Anitta”, uma clara alusão ao seu mais recente mega-êxito (soma mais de 280 milhões de visualizações no Youtube), “Vai Malandra”.

A notícia foi divulgada há poucos dias, pela própria plataforma de streaming que descreve o programa como sendo uma “série biográfica sem guião”. Equipas de filmagem acompanharam, sem qualquer restrição, o dia-a-dia da “Rainha do Funk Brasileiro”, nos bastidores dos maiores concertos, em estúdio e até em casa, junto da família. O que será oferecido é um retrato “cru” desta jovem de 25 anos que tomou o mundo de assalto com a sua música (e mensagem) revolucionária.

Nascida no Rio de Janeiro, a cantora chegou à ribalta pela primeira vez em 2017, com o single “Paradinha”, que no dia de estreia entrou diretamente para a segunda posição do top Brazil Billboard’s Hot Pop & Popular — chegou ao primeiro lugar na semana seguinte, ultrapassando o célebre “Despacito” de Luis Fonsi e Daddy Yankee. Atualmente soma um total de nove milhões de seguidores de YouTube, 15 milhões fãs no Spotify e uns estrondosos 29,4 milhões de seguidores no Instagram.