Os Núcleos do Sporting estão a ser notificados esta sexta-feira pelo clube de que não deverão receber qualquer ação de campanha dos dirigentes agora candidatos às eleições de 8 de setembro que foram destituídos em Assembleia Geral, nomeadamente Bruno de Carvalho e o ex-número 2, Carlos Vieira, enquanto os mesmos estiverem suspensos.

Bruno de Carvalho, o primeiro presidente leonino da história a ser destituído pelos associados, esteve esta quinta-feira com o candidato a vice Alexandre Godinho no Núcleo do Sporting da Assembleia da República, onde foi recebido por José Manuel Araújo, e participou à noite num jantar convívio no Núcleo de Alcântara, seguindo-se uma sessão de esclarecimentos “reservada” apenas aos associados verde e brancos que estiveram presentes no encontro. Curiosamente, Carlos Vieira também passou pelo Núcleo da Assembleia República, comparecendo à noite no Núcleo de Évora.

“Não estou suspenso de sócio. Se tenho dúvidas que vou a votos? Nenhuma”, garante Bruno de Carvalho

Esta sexta-feira, os dois candidatos tinham também ações marcadas para alguns núcleos, que poderão agora estar em risco: Bruno de Carvalho iria marcar presença no Núcleo de Condeixa, seguindo-se um jantar convívio num restaurante em Coimbra, ao passo que Carlos Vieira tinha uma sessão marcada para o Núcleo de Sesimbra. Ainda este fim de semana, o antigo presidente leonino tinha agendadas paragens em Leiria, Batalha, Marinha Grande, Caldas da Rainha, Alcobaça, Nazaré, Peniche e Loures, ao passo que o ex-número 2 estaria em Aveiro, no Solar do Norte e em Fafe.

Carlos Vieira, o ex-número 2 que quer passar a líder do Sporting secundarizando a figura do antigo número 1

Como explicou ao Observador uma fonte da Comissão de Gestão do Sporting, alguns Núcleos enviaram questões ao clube a esse propósito, no sentido de aferir a possibilidade de receber ou não os ex-dirigentes agora candidatos, e, após a confirmação da Comissão de Fiscalização de que quer Bruno de Carvalho, quer Carlos Vieira estão nesta altura suspensos da condição de sócios, foi explicado que esses encontros não devem ser realizados sob pena de entrarem sob alçada disciplinar do clube.

“Os Núcleos do Sporting Clube de Portugal levantaram dúvidas sobre eventuais ações de campanha sugeridas por membros suspensos da sua condição de sócios, nomeadamente Bruno de Carvalho e Carlos Vieira. Esclarecemos que a suspensão dos membros do ex-CD destituído resultou da participação de sócios na plenitude dos seus direitos, e que é absolutamente legal e estatutária, tendo a respetiva legitimidade sido sufragada por decisões judiciais sucessivas. O Regulamento Disciplinar do SCP está em vigor desde 17 de Fevereiro de 2018, data em que foi aprovado por iniciativa do anterior Conselho Diretivo. O artigo 20.º desse Regulamento prevê expressamente a figura da suspensão preventiva, ao contrário do que tem sido propalado por alguns dos membros suspensos. Assim sendo, recordamos que os Núcleos, fazendo parte da família do nosso Sporting Clube de Portugal, não podem nem devem admitir ações de propaganda, campanha ou outras por parte de quem está legalmente suspenso”, esclarece a missiva enviada aos Núcleos do Sporting a que o Observador teve acesso.

Comissão de Fiscalização contradiz Bruno de Carvalho e há nova batalha jurídica à vista (com Marta Soares ao barulho)

De referir também que a deslocação de Bruno de Carvalho às Caldas da Rainha já levou também à troca de publicações no Facebook. Depois de ter sido anunciado que o ex-número 1 leonino estaria na “inauguração da nova sede”, o Núcleo emitiu um comunicado contradizendo essa ideia. “Atendendo a que o Sporting está a atravessar uma fase de transição diretiva foi decidido adiarmos a inauguração deste espaço para outubro/novembro, fazendo uma abertura local, a 21 de julho de 2018, aos sócios, simpatizantes e familiares, tendo sido unicamente convidado o Sr. Presidente do Município das Caldas da Rainha. Fomos surpreendidos quando, abusivamente, apareceu calendarizada no programa da pretensa candidatura do Sr. Bruno Carvalho a inauguração da nossa sede, situação essa que repudiamos, ao qual somos alheios, esclarecendo no entanto que o Núcleo está disponível para receber qualquer candidatura reconhecida pelos órgãos próprios do Sporting”, dizia.

“A candidatura do Dr. Bruno de Carvalho acedeu a ir à inauguração da nova sede do Núcleo do SCP das Caldas da Rainha por respeitar todas as leoas e leōes das Caldas e o atual presidente da Mesa da Assembleia Geral do Núcleo, o grande leão e amigo Álvaro Cabral. Fizemo-lo mesmo sabendo de todas as movimentações por parte de alguns dos membros da sua direção que em nada abonam o nosso clube. Perante o comunicado feito, a nossa candidatura informa que fará questão durante a campanha de se reunir com todos os sportinguistas das Caldas da Rainha que o desejarem, em local que brevemente anunciará. Apesar desta lamentável atitude, que já vínhamos alertando ser possível dado o momento de total atropelo à democracia que atualmente o Clube vive (há vários núcleos a ser ameaçados para não receber a nossa candidatura), queremos dar os parabéns a todos os sportinguistas das Caldas da Rainha pela sua nova sede”, respondeu a candidatura “Leais ao Sporting”.