A Seleção Nacional de Hóquei acaba de garantir acesso à final do Campeonato da Europa, depois de vencer a seleção italiana por 4-2.

O fim da primeira parte parecia ditar um desfecho final diferente, já que a equipa portuguesa foi para os balneários a perder por 2 a 1. Diogo Rafael fez o 1-0 aos 7 minutos mas Verona empatou pouco depois, aos 10′. A revirvolta surgiu quando a equipa italiana estava em under play (com menos um na pista por cartão azul ao Iluzzi) — Banini marcou a quatro minutos do intervalo.

Na segunda parte tudo mudou: os portugueses regressaram com força do tempo de descanso e João Rodrigues empatou o resultado logo aos 5′. Seis minutos mais tarde é atribuído um penálti a favor de Portugal e Gonçalo Alves não perdoou — marcou aos 12′. Rafael Costa ainda marcou mais um nos últimos segundos da partida.

Destaque merece ainda a grade defesa de Girão, no seguimento de um livre direto cobrado por Cocco, e o caricato episódio em que a poucos minutos do fim, Quim Barreiros começou a soar nos sistema de som do Riazor, na Corunha.

No próximo domingo, 22 de julho, acontece a grande final onde Portugal vai enfrentar a seleção espanhola, que foi a primeira a garantir um lugar nesse jogo ao vencer a França por 8-2. Esta será a 27ª vez que Portugal e Espanha se defrontam numa final do Europeu de Hóquei. Os números favorecem a equipa nacional, já que tem 21 troféus contra os 16 denuestros hermanos (no confronto direto, Portugal leva a vantagem, tendo ganho 14 finais e os espanhóis 12)Estas duas equipas que se defrontarão às 18h30 (partida transmitida pela RTP1) são as que mais títulos têm.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Portugal é o Campeão Europeu em título, tendo vencido esta mesma seleção italiana na final de 2016.