A Câmara Municipal de Coruche vai passar a controlar o consumo de álcool dos seus funcionários. Segundo avança o Negócios, o sistema será aplicado em funcionários “cujas categorias profissionais ou tarefas desenvolvidas exigem perícia ou envolvam riscos consideráveis para os próprios ou para terceiros”.

O controlo vai ser realizado através de testes de alcoolemia “vulgarmente designados por ‘balão’”, uma vez por semana nos locais de trabalho e “por meios que observem a reserva, intimidade e privacidade dos visados, em defesa do seu direito à integridade moral e física”. A proposta de regulamento estará em discussão pública nos próximos 30 dias.

Os trabalhadores serão selecionados mediante um sorteio semanal, através do qual serão escolhidos cinco trabalhadores para “soprar no balão”. O controlo vai ser realizado através de testes de alcoolemia “vulgarmente designados por ‘balão’”, uma vez por semana nos locais de trabalho e “por meios que observem a reserva, intimidade e privacidade dos visados, em defesa do seu direito à integridade moral e física”.

A taxa limite de álcool é de 0,20 gramas por litro de sangue no caso dos motoristas ou dos manuseadores de máquinas, sendo menos restritiva, até 0,50 gramas, para os restantes. Se for detectado com excesso de álcool, o funcionário é impedido de continuar a exercer funções naquele dia e é penalizado com uma falta injustificada.