O mesmo tribunal que julgou os membros do caso La Manada condenou a seis anos de prisão um homem por abuso sexual em circunstâncias idênticas, avança o jornal espanhol ABC.

Os magistrados condenaram o individuo por furto e abuso sexual e declararam que a vítima, completamente alcoolizada, não deu o seu consentimento para ter relações sexuais.

Segundo a lei espanhola o crime de agressão sexual resultaria numa pena mais pesada para o arguido. No entanto, o tribunal considerou que homem condenado agiu “sem usar qualquer força ou violência”.

A sentença diz que a pessoa condenada se encontrou de madrugada com a vítima, quando ela estava sentada na porta de um bar “em claro estado de embriaguez”. O homem levou a vítima para o centro de Pamplona onde a violou. No fim, roubou 500 euros que a vítima tinha consigo. Nenhuma das acusações foi negada pelo condenado.