Ilustração

Diogo Machado (Add Fuel) inaugura em agosto primeira exposição no Canadá

O ilustrador Diogo Machado (Add Fuel) leva a Montreal, no Canadá, o trabalho de reinterpretação da azulejaria tradicional que tem desenvolvido ao longo dos últimos dez anos.

JOSÉ COELHO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O artista português Diogo Machado (Add Fuel) inaugura em agosto “XVII-XXI”, a sua primeira exposição no Canadá, em Montreal, onde irá também pintar um mural, no centro da cidade, contou o próprio à Lusa.

Diogo Machado leva a Montreal o trabalho de reinterpretação da azulejaria tradicional que tem desenvolvido ao longo dos últimos dez anos. O artista disse à Lusa que gosta de pensar no corpo de trabalho que compõe “XVII-XXI” como “uma ponte pelo tempo”, onde há “elementos novos numa técnica antiga e uma técnica nova com uma estética antiga”.

“Toda a exposição é um exercício de transição, há peças pintadas à mão com método tradicional e há peças trabalhadas em técnica digital de cerâmica”, revelou. “XVII-XXI” é composta por 18 peças novas, todas painéis de cerâmica, a azul e branco, dos quais dez foram pintados à mão.

Ilustrador freelancer, Diogo Machado (Add Fuel) começou a reinterpretar azulejos tradicionais, com recurso a stencil (pintura com moldes), quando em 2008 foi convidado a participar numa exposição em Cascais, que consistia em revestir edifícios com telas com ilustrações. Desde então, já expôs em várias cidades, em Portugal e no estrangeiro.

Além disso, é possível ver-se trabalhos seus nas ruas, como o painel de azulejos numa das escadarias da Avenida Infante Santo, em Lisboa, ou murais, com recurso a stencil em cidades como Ovar, Beja, Viseu Lisboa, Madrid e Hong Kong.

Ao longe, os trabalhos de reinterpretação da azulejaria de Add Fuel parecem tradicionais painéis de azulejos, em tons de azul, com motivos usados em séculos passados; ao perto, distinguem-se, por exemplo, desenhos de caveiras e, no caso das peças de “XVII-XXI”, cabos de ligação USB e telemóveis.

Diogo Machado, que estará presente na inauguração da mostra, no dia 9 de agosto, irá pintar um mural no centro de Montreal, “que liga com a exposição”. Além disso, a galeria irá lançar duas peças de edição limitada do artista: um azulejo e um desenho. “XVII-XXI” estará patente na galeria Station 16 entre 9 de agosto e 1 de setembro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)