Férias

Onde passam férias os grandes líderes mundiais

Praias paradisíacas, resortes de luxo e caminhadas em zonas de campo. Quando chegam os meses de verão, os líderes mundiais também vão de férias.

Getty Images

Em Portugal, os políticos privilegiam os destinos de férias nacionais. A maioria escolhe o sul do país, mas Marcelo Rebelo de Sousa vai passar algumas semanas de agosto nas zonas afetadas pelos incêndios do ano passado. Nos meses de verão, os líderes mundiais também tiram férias. Entre praias paradisíacas, resortes de luxo e caminhadas em zonas de campo, estes são os destinos dos chefes de estado.

Donald Trump

Mar-a-Lago Club, o hotel do presidente norte-americano na Florida. (Getty Images)

Antes de ser eleito presidente, Donald Trump criticou repetidamente o seu antecessor por tirar férias e jogar golfe. Em contrapartida, no seu primeiro ano enquanto presidente dos Estados Unidos, passou 100 dias fora da Sala Oval. Este Verão, Trump deverá voltar ao seu habitual destino de férias em Palm Beach, na Florida. O Mar o Lago Club é considerado um dos mais luxuosos e exclusivos hotéis de que o presidente é proprietário.

Angela Merkel

Angela Merker costuma passar férias com o marido em Itália. (Getty Images)

O destino de férias predileto de Angela Merkel é a zona dos Alpes italianos.  De acordo com a ABC, há nove anos que a chanceler alemã e o marido rumam à zona do Tyrol do Sul — região do norte de Itália onde se fala alemão –, ficam hospedados no mesmo hotel de quatro estrelas e são fotografados durante as suas caminhadas na zona montanhosa de Dolomitas, considerada património mundial da UNESCO.

Contudo, este ano a região só vai acolher o marido da chanceler alemã. Pela primeiro vez, Merkel não seguirá o mesmo roteiro de férias. A chefe de governo terá alegadamente cancelado as suas férias, deixando os media internacionais a especular sobre os motivos para esta mudança de planos.

Theresa May

A primeira ministra britânica, Theresa May, costuma fazer caminhadas com o marido durante as férias. (Getty Images)

Tal como a homóloga alemã, a primeira ministra britânica Theresa May tem o hábito de fazer caminhadas com o marido durante as férias. Entre os locais escolhidos já estiveram os Alpes suíços, os montes de Gales e o norte de Itália. Ainda não é conhecido o destino para este ano.

Vladimir Putin

Vladimir Putin na região de Tuva, no sul da Sibéria. (Getty Images)

O destino de eleição do presidente russo é a Sibéria. Durante as férias, Vladimir Putin costuma pescar, caçar, nadar no rio, praticar mergulho e escalada. Nas fotografias divulgadas no ano passado pelo seu gabinete de comunicação, aparece frequentemente sem camisola, exibindo o seu físico atlético.

Emmanuele Macron

Fort of Bregancon na península rochosa em Bormes-les-Mimosas, no sul de França. (Getty Images)

O presidente e primeira dama franceses vão passar férias no forte de Bregaçon, perto de Marseille, no Sul de França. Esta residência oficial tem sido o destino de verão escolhido pelos presidentes franceses nas últimas décadas, tendo acolhido De Gaulle, Sarkozy e Hollande durante os seus mandatos. Em 2017, Macron tinha optado por não passar férias neste local, mas este ano reconsiderou a decisão depois de no ano passado ter sido perseguido pelos paparazzi. Segundo a Reuters, o presidente francês terá chegado a apresentar queixa contra um fotógrafo, alegando assédio e invasão da privacidade.

Pedro Sanchéz

Pedro Sanchéz costuma passar férias no sul de Espanha, na localidade de Almeriense de Mojácar (Getty Images)

O chefe de governo espanhol é esperado mais uma vez em Almeriense de Mojácar, uma localidade no sul de Espanha. Sanchéz é dono de um apartamento na região, onde costuma passar férias com a família.

Justin Tradeau

O primeiro ministro do Canadá passou férias com a família na ilha privada de Aga Kahn em 2016. (Getty Images)

No ano passado, o primeiro ministro do Canadá fez manchetes devido à sua polémica escolha de férias em 2016. Justin Tradeau passou férias nas Bahamas, na ilha privada de Aga Khan, um local apenas aberto à elite mundial simpatizante do líder religioso. O destino deste ano ainda não é conhecido, mas depois de ter sido investigado e condenado pela comissão de ética é pouco provável que regresse à Bell Island.

Barack Obama

A família Obama visita frequentemente o estado do Hawaii. (Getty Images)

O antigo presidente dos Estados Unidos vai dividir as férias entre Espanha e o seu estado natal, o Hawaii. O presidente passou o início de julho no país vizinho, que visitou pela quarta vez. Segundo a ABC, o presidente terá estado em Malaga, Granada, Mallorca e Marbella.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Férias

Considerações estivais (2) /premium

Maria João Avillez

Apesar dos “assim nunca mais” e outros queixumes há a lucidez de perceber o dom que temos: uma família, a felicidade de a unirmos, a sorte de lhe poder abrir as portas. Sem limite de tempo ou albergue

China

Vamos mesmo ignorar isto? /premium

Sebastião Bugalho

A Europa assumiu pela primeira vez que o expansionismo da China representa uma ameaça para o continente e os jornais portugueses, que tão competentemente cobriram a visita de Xi, não fazem perguntas?

Governo

Quem quer casar com um governante?

Luís Reis

Se Soares foi Presidente-Rei, Costa revelou-se Primeiro-Ministro-Rei chamando o seu reduto doméstico a participar no governo dos súbditos, um nepotismo rosa instalado e a preparar a sucessão dinástica

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)