Pelo menos 49 pessoas morreram e entre 200 mil a 300 mil foram afetadas pelas fortes chuvas e inundações que ocorrem desde quinta-feira no estado indiano de Uttar Pradesh, no norte da Índia, informou hoje à EFE uma fonte oficial.

As chuvas associadas às monções também causaram 42 feridos e destruíram ou danificaram parcialmente dezenas de casas e edifícios, afirmou o diretor-adjunto da Autoridade de Gestão de Desastres de Uttar Pradesh, Sanjay Kumar.

Segundo Kumar, várias cidades foram afetadas pelas enchentes.

“A drenagem é um problema, a água está a ser drenada lentamente, então há enchentes e as pessoas têm de se abrigar”, referiu Kumar, acrescentando, entretanto, que a situação melhorou nas últimas horas.

Agora, estamos mais relaxados porque as chuvas pararam, especialmente em Agra, Mathura, Faridabad, Allahabad e partes de Lucknow”, concluiu a fonte.

Os desastres meteorológicos são comuns no sul da Ásia entre julho e agosto, época das intensas chuvas das monções, que costumam causar centenas de mortos e milhões de afetados na região.