O PS, partido do Governo, alinhou mais vezes nas votações ao lado do BE (54%) do que com o PCP e o PEV (53%), na terceira sessão legislativa, no parlamento.

O índice de concordância do site www.hemiciclo.pt indica que, em 524 votações, os socialistas votaram 283 vezes com os bloquistas e 278 com comunistas e Os Verdes, os três partidos com quem firmou um acordo de base parlamentar após as eleições de 2015.

Ainda assim, de setembro de 2017 até julho, a bancada socialista alinhou votações com o PSD 241 vezes, 45,9%, de acordo com o índice de concordância deste ‘site’ independente que faz uma análise estatística e um escrutínio aos trabalhos dos deputados e da Assembleia da República.

Com o CDS-PP, partido mais à direita no hemiciclo, o PS coincidiu em 40% das votações feitas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O índice de concordância do site Hemiciclo tem em conta as votações efetuadas na Assembleia da República — projetos e propostas de lei, projetos e propostas de resolução, apreciações parlamentares e todo o tipo de votos, de pesar, condenação e outros, que muitas vezes unem os deputados.

Por isso, os dinamizadores da página, David Crisóstomo e Luís Vargas, optaram por desagregar essas votações unânimes e nesse subíndice “sem aprovação por unanimidade” que dá nota de maiores divisões.

Olhando apenas às votações de projetos de lei no último ano parlamentar, BE e PCP votaram com o PS em 226 votações (61%), mais três do que o PEV (60%).

E, contando apenas as propostas de lei, não foi nenhum dos parceiros do PS a votar ao lado dos socialistas, mas sim o PSD o partido que mais vezes votou com a bancada do Governo — 66 vezes (53,5%).

Já os bloquistas, ainda nas propostas de lei, votaram ao lado do PS 55 vezes (48,2%), mais uma do que o PEV (54) e mais cinco do que o PCP, 50 vezes ou 43,8%.