Três alegados milicianos foram abatidos na segunda-feira pelo exército argelino na região montanhosa de Skikda, a 490 quilómetros de Argel, durante uma operação militar que continua, anunciou o Ministério da Defesa, através da sua página na Internet.

Em comunicado, o Ministério acrescentou que foram apreendidos duas espingardas de assalto de tipo Kalachnikov, uma outra de tipo Simonov e seis carregadores carregados de munições.

Segundo a revista Al Yeish, do Ministério da Defesa, o exército argelino matou no ano passado 91 alegados milicianos e deteve outros 70 em diversos pontos do país.

Durante a década de 1990, a Argélia foi palco de uma sangrenta guerra civil entre o Estado e movimentos armados de ideologia radical salafista que provocou cerca de 300 mil mortes e dezenas de milhares de desaparecidos.