Brexit

Metade dos britânicos quer novo referendo sobre o Brexit, diz sondagem da Sky News

138

A sondagem realizada pela Sky Data diz ainda que 78% dos britânicos consideram que o governo conservador da primeira-ministra, Theresa May, não está a conduzir bem as negociações para o Brexit.

ANDY RAIN/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Uma sondagem divulgada esta segunda-feira no Reino Unido indica que metade dos britânicos deseja a realização de um novo referendo sobre a saída do país da União Europeia (UE), o designado “Brexit”.

A possibilidade foi recusada por 40% dos inquiridos, ao passo que 10% respondeu “não sabe”, neste inquérito realizado pela Sky Data para o canal Sky News, com uma amostra representativa de 1.466 adultos, pela Internet, nos dias 20 a 23 de julho.

Questionados sobre a sua preferência entre as três opções, 48% preferiam não sair da UE, 27% optariam por sair do conjunto comunitário sem acordo, 13% apoiaria o pacto conseguido pelo governo, 8% não votaria e 3% não sabe o que faria.

Entre os que votaram a favor do Brexit, no referendo de 23 de junho de 2016, mais de metade (51%) preferia que não houvesse qualquer acordo de saída. Entre os votantes conservadores, 44% preferiam um não acordo a um acordo entre Londres e Bruxelas.

Uma forte maioria (78%) considera que o governo conservador da primeira-ministra, Theresa May, não está a conduzir bem as negociações para o Brexit, mais 23 pontos percentuais do que o indicado por uma sondagem realizada em março, com 10% a pensar o contrário, uma descida de 13 pontos percentuais.

Além disso, mais de metade (52%) também pensa que o Brexit vai ser mau para a economia, contra 35% que pensam o contrário, e 51% também entendem que o conjunto do Reino Unido vai perder com a saída da UE, contra 40%.

Esta sondagem segue em linha com outras, publicadas nas últimas semanas, que parecem indicar um aumento do apoio popular a uma nova consulta sobre os termos da saída da UE, ao mesmo tempo que apontam para uma descida do apoio a May. Em todas as ocasiões, o Governo de May afirmou que não vai realizar um segundo referendo “em nenhuma circunstância”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
França

A secessão das elites /premium

André Abrantes Amaral

O problema resume-se ao simples facto de o dinheiro não chegar. Simplesmente, chegámos ao salve-se quem puder. Os ricos fogem do país e os pobres saem para a rua, mas vivem todos o mesmo problema.

Desigualdade

What’s right na desigualdade? /premium

Maria João Marques

O ponto é este: as pessoas só aprovam a globalização se sentirem que ganham alguma coisa com isso e, mesmo ganhando, se não veem outros ganharem desproporcionadamente mais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)