Há 105 anos, três homens chegaram pela primeira vez a Mitikas, o ponto mais alto do Monte Olimpo, na Grécia. No dia 2 de agosto de 1913, os suíços Frederic Boissonnas e Daniel Baud-Bovy, acompanhados do guia grego Christos Kakkalos chegaram ao topo da montanha mais alta da Grécia.

Assim, no ‘doodle’ que a Google criou esta quinta-feira para assinalar o feito, é possível ver três pessoas no topo do Monte Olimpo. Situado entre as regiões de Tessália e da Macedónia, tem 2.917 metros acima do nível média das águas do mar e é, na mitologia grega, o sítio onde moram os 12 deuses do Olimpo, incluindo Zeus, o rei dos deuses.

Os gregos retratam o local como uma mansão de cristais que estes deuses habitavam. A mitologia descreve ainda que, quando Gaia deu origem aos Titãs, eles fizeram das montanhas gregas, inclusive as do monte Olimpo, os seus tronos. A etimologia de “Olimpo” é desconhecida, mas possui grandes traços de semelhança com a cultura dos dóricos.

Em 1938, o Olimpo foi declarado reserva natural da Grécia e é património da União Europeia desde 1981. Desde que os primeiros homens chegaram ao topo da montanha, estima-se que seja visitado por cerca de 10 mil pessoas por ano, ainda que nem todos se aventurem a subir até ao topo.