A CNN está a preparar a última temporada de “Parts Unknown”, o programa de Anthony Bourdain, mas apenas um dos episódios vai soar genuíno — o único a que o chef dará voz, lê-se na Vanity Fair. . O final da série servirá como homenagem a Bourdain, que morreu no início de junho, aos 61 anos.

Ao contrário das temporadas anteriores, que tinham entre oito a 10 episódios, este capítulo final terá apenas sete. O único episódio que ficou pronto foi o de uma viagem ao Quénia, que fez com o seu colega da CNN, Kamau Bell, e será o único narrado pelo chef. Sabe-se também que quatro episódios vão explorar locais como o Lower East Side de Manhattan, a fronteira entre os Estados Unidos e o México, o Texas, as Astúrias e a Indonésia.

A surpresa está guardada para os dois últimos episódios que em nada serão semelhantes aos anteriores: vão servir como retrospetiva. Isto é, um deles vai  dar uma visão dos bastidores do programa, com entrevistas feitas ao elenco e equipa do famoso chef, enquanto o outro se vai focar no legado deixado por Bourdain e no impacto que teve no mundo — com reações dos fãs, de amigos e companheiros de viagem.

A vice-presidente de conteúdos da CNN disse, em entrevista ao Times, que os programas de Bourdain foram muito importantes para os fãs. “As pessoas diziam [depois da sua morte]: ‘Eu estava com medo de viajar antes de assistir ao programa’ ou ‘Segui o seu rumo'”, afirmou Amy Entelis, acrescentando: “Outros ficaram com raiva porque ele já não faz parte deste mundo. É uma incrível manifestação.”

“Parts Unknown” começou em 2013 e a 11.ª temporada durou entre abril e junho deste ano, com três dos episódios a irem para o ar já após a sua morte. O canal deverá agora estrear este capítulo especial em outubro.