Comida

Como a CNN vai homenagear Anthony Bourdain com a última temporada da sua série

A CNN vai fazer uma homenagem a Athony Bourdain, ao preparar a última temporada do programa "Parts Unknown". Em sete episódios, apenas um será narrado pelo famoso chef.

Anthony Bourdain morreu aos 61 anos.

Getty Images for The New Yorker

Autor
  • Catarina Gonçalves Pereira
Mais sobre

A CNN está a preparar a última temporada de “Parts Unknown”, o programa de Anthony Bourdain, mas apenas um dos episódios vai soar genuíno — o único a que o chef dará voz, lê-se na Vanity Fair. . O final da série servirá como homenagem a Bourdain, que morreu no início de junho, aos 61 anos.

Ao contrário das temporadas anteriores, que tinham entre oito a 10 episódios, este capítulo final terá apenas sete. O único episódio que ficou pronto foi o de uma viagem ao Quénia, que fez com o seu colega da CNN, Kamau Bell, e será o único narrado pelo chef. Sabe-se também que quatro episódios vão explorar locais como o Lower East Side de Manhattan, a fronteira entre os Estados Unidos e o México, o Texas, as Astúrias e a Indonésia.

A surpresa está guardada para os dois últimos episódios que em nada serão semelhantes aos anteriores: vão servir como retrospetiva. Isto é, um deles vai  dar uma visão dos bastidores do programa, com entrevistas feitas ao elenco e equipa do famoso chef, enquanto o outro se vai focar no legado deixado por Bourdain e no impacto que teve no mundo — com reações dos fãs, de amigos e companheiros de viagem.

A vice-presidente de conteúdos da CNN disse, em entrevista ao Times, que os programas de Bourdain foram muito importantes para os fãs. “As pessoas diziam [depois da sua morte]: ‘Eu estava com medo de viajar antes de assistir ao programa’ ou ‘Segui o seu rumo'”, afirmou Amy Entelis, acrescentando: “Outros ficaram com raiva porque ele já não faz parte deste mundo. É uma incrível manifestação.”

“Parts Unknown” começou em 2013 e a 11.ª temporada durou entre abril e junho deste ano, com três dos episódios a irem para o ar já após a sua morte. O canal deverá agora estrear este capítulo especial em outubro.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)