A bandeira azul da Praia do Cabo do Mundo, em Matosinhos, foi arriada e os banhos de mar desaconselhados até pelo menos à próxima segunda-feira devido a um escorrimento de “lamas” da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), indicou uma fonte oficial.

Em declarações à Lusa, Rodrigues de Campos, comandante da Zona Marítima do Norte, explicou que está “içada a bandeira vermelha” e foi “arriada a bandeira azul da Praia do Cabo do Mundo”, porque foi detetado um “escorrimento para o mar” na sexta-feira passada e que alegadamente a origem é a ETAR de Leça da Palmeira (Matosinhos).

Uma fonte do gabinete de imprensa da Câmara de Matosinhos confirmou que um camião que tinha ido buscar lamas à ETAR, derramou “uma pequena quantidade na estrada”. A operação de limpeza da via acabou por “sujar a conduta de águas pluviais que drena para uma praia não concessionada, entre o aterro e o Cabo do Mundo”.

“Por precaução” decidiu-se que seria “preferível interditar a Praia do Cabo do Mundo até à realização de análises, na segunda-feira, dia 06 de agosto”, refere a mesma fonte da Câmara.

A Câmara de Matosinhos acredita que a praia possa vir a ser reaberta na segunda-feira com bandeira azul, tendo em conta a “pouca quantidade derramada” para o areal.