A Airbnb está a promover um concurso inédito: “Uma Noite na Grande Muralha da China”. Os quatro vencedores e os respetivos acompanhantes vão passar a noite no monumento considerado património mundial da UNESCO, descreve a plataforma especializada no aluguer de espaços turísticos e alojamentos de curta duração.

O programa promovido pela Airbnb incluiu um jantar com vários pratos tradicionais, uma caminhada que promove o conhecimento sobre a muralha e aulas de caligrafia chinesa. Os vencedores vão ficar alojados numa das torres da muralha, que será adaptada para se parecer com uma casa. O prémio incluiu ainda a viagem a partir de qualquer lugar do mundo.

De acordo com o comunicado da empresa, o objetivo do concurso é promover o monumento e as práticas turísticas sustentáveis.

O concurso está a decorrer até 11 de agosto e os vencedores têm de estar disponíveis a viajar entre 3 e 9 de setembro. Para participar, os concorrentes devem submeter uma resposta, com até 550 carateres, à pergunta: “Porque é importante, agora mais do que nunca, quebrar as barreiras entre culturas? Como construiria novas ligações?” Os quatro vencedores vão ser escolhidos por um painel de juízes.

A iniciativa tem gerado diferentes reações entre a população chinesa. Por um lado, há quem receie o impacto que poerá ter na estrutura histórica. “Vai provavelmente causar estragos nas velhas muralhas”, comentou um utilizador da rede seocial Weibo. Outros manifestaram grade entusiasmo com a ideia: “Wow! Isto é algo para lá de Harry Potter”, escreveu outro utilizador, disposto até a passar pelo martírio de ser picado pelos mosquitos só para poder viver aquela experiência promovido até por sites de turismo e guias de viagens, como é o caso da Lonely Planet.

Alguns utilizadores, aliás, têm realçado as altas temperaturas e os ataques de mosquitos como algo que os visitantes da Muralha da China não irão apreciar e que deverá demovê-los de concorrer. Ainda assim, a notícia já está a correr mundo e a atrair o interesse de muitos turistas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR