Curiosidades Auto

Rinoceronte ataca SUV com família a bordo

Há vários motivos que podem levar um macho a atacar um veículo. Este rinoceronte investiu contra um SUV, que transportava a família numa visita a um safari parque, apenas para impressionar a namorada.

Autor
  • Observador

Sem nada que o fizesse prever, ou até justificar, de acordo com os guardas de um safari parque, em Puebla, no México, um rinoceronte adulto, particularmente generoso de dimensões, resolveu utilizar o seu corno para realizar umas modificações ao SUV que visitava os animais.

Segundo os responsáveis pelo parque, a investida do animal deveu-se a uma fêmea rinoceronte, nova no parque e pronta para acasalar, que o macho tentaria cativar exibindo o potencial do seu corno. Mas a verdade é que nem mesmo a intervenção dos guardas (bastante pacata, diga-se de passagem) acalmou o animal.

No vídeo é possível constatar que o rinoceronte começa por estudar o veículo, parecendo estar à procura do local onde se aplica o macaco para levantar o carro, começando por marrar à frente, para depois se fixar na traseira. Ataca uma e outra vez, sem que o condutor, apesar das investidas do imponente animal, que a ser um macho negro pode chegar aos 1.400 kg, tenha acelerado enquanto podia.

Os responsáveis pelo parque afirmaram que se tratou de um “episódio isolado” e garantem que foram tomadas medidas para evitar a repetição do incidente, mas sem especificar quais.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote na segunda edição do concurso dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto ObservadorVote agora

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Enfermeiros

Elogio da Enfermagem

Luís Coelho

Muitos pensam que um enfermeiro não passa de um "pseudo-médico" frustrado. Tomara que as "frustrações" fossem assim, deste modo de dar o corpo ao manifesto para que o corpo do "outro" possa prevalecer

Poupança

O capital liberta

André Abrantes Amaral

É do ataque constante ao capital que advêm as empresas descapitalizadas, as famílias endividadas e um Estado sujeito a três resgates internacionais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)