Rádio Observador

Itália

Vídeo. Um morto e 68 feridos em explosão de camião com material inflamável junto ao aeroporto de Bolonha

270

A explosão de um camião com material inflamável na autoestrada, junto ao aeroporto de Bolonha, fez um mortos, 68 feridos e vários prejuízos em automóveis e edifícios. A estrada colapsou.

Imagem da explosão partilhada no Twitter por um automobilista

Gennaro Farina/Twitter

Um camião explodiu na autoestrada A14 junto ao aeroporto de Bolonha, em Itália. Depois de terem sido noticiados dois mortos, a agência de notícias italiana ANSA confirma um morto e cerca de 68 feridos, dos quais 14 graves. A zona da autoestrada onde se deu a explosão acabou mesmo por colapsar, causando um buraco na estrada.

A única vítima mortal é o condutor do camião-cisterna que transportava Gás de Petróleo Liquefeito (GPL). O veículo conduzido por Andrea Anzolin, de 42 anos, bateu noutro camião que se encontrava numa longa fila na autoestrada (veja o vídeo em baixo). A polícia encontra-se a investigar a situação.

Outros condutores que seguiam na autoestrada ou nas estradas nas imediações acabaram por registar algumas das explosões e o fumo negro que resultava do incêndio, como o exemplo em baixo, partilhado inicialmente no Facebook.

A colisão entre o camião-cisterna e os outros veículos provocou um incêndio e várias explosões, noticiou a agência de notícias italiana, ANSA. A explosão ocorreu por volta das 13 horas (hora de Lisboa) perto de Borgo Panigale. Os carros de duas concessionárias que se encontram próximos da estrada também se incendiaram. A explosão provocou a quebra de vidros nos edifícios próximos e algumas pessoas ficaram feridas com os estilhaços. Outras sofreram queimaduras por causa do incêndio.

A zona da autoestrada onde ocorreu a explosão colapsou.

Entre os feridos estarão 13 agentes de segurança, três deles estariam a orientar o trânsito devido a um acidente que terá acontecido antes, segundo o jornal La Repubblica/Bolonha.

A estrada foi cortada em ambos os sentidos e os serviços de emergência dirigiram-se no local. Outras estradas foram cortadas por causa da visibilidade reduzida causada pelo fumo, segundo o site RT. A circulação num troço considerado seguro foi retomada na terça-feira de manhã.

Um helicóptero dos bombeiros tentou combater as chamas com água do rio Reno, visto que a aproximação pela estrada, para combate ao fogo, estava a ser dificultada pelo calor forte provocado pelo incêndio.

Atualizado dia 7 de agosto, às 9h40

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: vnovais@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)