Rádio Observador

Audi

Audi liga-se ao 5G para produzir carros sem fios

Porque milissegundos podem fazer toda a diferença na produção automóvel, a Audi junta-se à Ericsson para explorar o potencial da tecnologia 5G. Ideia é fazer fábricas inteligentes de carros, sem fios.

Autor
  • Observador

A Audi e a Ericsson assinaram um memorando de entendimento e, nos próximos meses, vão explorar o potencial da tecnologia 5G na indústria automóvel. Especialistas de ambas as empresas vão fazer ensaios práticos no centro técnico Audi Production Lab em Gaimersheim, Alemanha, aí recriando um ambiente de produção que espelha as fábricas da Audi em Ingolstadt e noutras localidades, só que implementando uma infra-estrutura que recorre ao 5G.

A rede 5G será a próxima geração de comunicações móveis, ampliando o desempenho actual das redes móveis, o que para os consumidores se traduzirá numa experiência de banda larga melhor e mais rápida, enquanto que para as empresas facilitará a abertura de novas aplicações para tudo, desde os veículos conectados até às fábricas inteligentes. Isto porque vai permitir taxas de transferência de dados mais rápidas, oferecendo simultaneamente maior capacidade de rede e mais segurança. Ou seja, tudo o que é essencial para a Indústria 4.0, com processos de produção cada vez mais flexíveis e complexos, que beneficiam claramente se os tempos de resposta entre os diferentes equipamentos no sistema de produção forem mais rápidos.

Tal consegue-se graças a uma latência ultrabaixa, daí que a primeira fase deste projecto passe por “testar um aplicativo de latência-crítica usando robôs de produção com ligação sem fios e equipados com um aplicativo de colagem – uma técnica comum na construção de carroçarias”, adianta a marca dos quatro anéis.

A Ericsson já está a executar programas industriais 5G em todo o mundo para ajudar os fabricantes a aumentar a produtividade e criar novas oportunidades de negócio. Este projeto é uma óptima oportunidade para ver o que é possível quando incorporarmos o 5G num ambiente de produção de automóveis para realmente permitir a produção inteligente sem fios”, afirma o director técnico do Grupo Ericsson, Eri Ekudden.

Já a Audi diz acreditar que “a fábrica totalmente conectada irá ter um impacto significativo na produção” do futuro. “Uma poderosa arquitectura de rede, que responde em tempo real, é de importância decisiva para a nossa empresa. Estamos a testar as oportunidades que a tecnologia 5G oferece para aplicações industriais na fábrica inteligente (smart factory)”, declarou o responsável pelos serviços de informação da Audi, Frank Loydl.

Em comunicado, o construtor alemão faz ainda saber que, se a experiência com a fábrica de Ingolstadt corresponder às expectativas, “a Audi e a Ericsson estão a explorar a possibilidade de aplicar a tecnologia 5G noutras fábricas do grupo Audi”.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)