Donald Trump deixou um forte aviso a todos os países que realizarem negócios com o Irão. No dia em que regressam as sanções impostas a Teerão, anunciadas esta segunda-feira, o presidente norte-americano usou a conta de Twitter para deixar uma mensagem: quem estiver a negociar com o Irão não vai negociar com os Estados Unidos.

“As sanções ao Irão foram oficialmente lançadas. São as sanções mais severas alguma vez impostas e, em novembro, vão atingir um outro nível. Qualquer país que fizer negócios com o Irão NÃO vai fazer negócios com os Estados Unidos. Estou a pedir que haja PAZ MUNDIAL, nada menos”, escreveu o presidente norte-americano.

Recorde-se que, esta segunda-feira, a Casa Branca anunciou a já aguardada reativação das sanções económicas ao Irão, na sequência da saída do acordo nuclear assinado em 2015 entre Estados Unidos, Reino Unido, Rússia, França, China, Alemanha e Irão. O presidente norte-americano entendia que o acordo assinado pelo seu antecessor, Barack Obama, apenas beneficiava o Irão e tinha de ser renegociado. O chefe da diplomacia norte-americana, Mike Pompeo, chegou mesmo a prometer as “sanções mais fortes da História” a Teerão e a Casa Branca cumpriu, agora, o prometido.

Entretanto, o presidente do Irão, Hassan Rouhani, reagiu à reativação das sanções económicas a Teerão, classificando-as como uma “guerra psicológica” que visa “semear a divisão entre os iranianos”.