O estado mais populoso da Austrália, New South Wales, está em seca total, confirmaram esta quarta-feira as autoridades citadas pela BBC. São muitas as histórias que têm chegado de agricultores da região sobre colheitas destruídas, escassez severa de água e impossibilidade de alimentar o gado, levando a graves problemas financeiros.

O governo de New South Wales, a região responsável por cerca de um quarto da produção agrícola australiana, anunciou que já foi fornecido um apoio de cerca de 368 milhões de euros à agricultura. “Não há nenhuma pessoa no Estado que não esteja à espera de ver alguma chuva para os nossos agricultores e comunidades regionais”, disse o Ministro das Indústrias Primárias, Niall Blair.

O problema começa agora a ser sentido fora de New South Wales. Mais de metade da vizinha Queensland está em seca, partes de Victoria e da Austrália do Sul estão a passar por condições meteorológicas mais secas do que o esperado. No passado domingo o primeiro-ministro, Malcolm Turnbull, avisou: o país está a tornar-se uma “terra de seca”.

“É como estar preso todos os dias”, explicou uma agricultora de Queensland, Ashley Gamble, à Nine Network, citada pela BBC. “Apareces aqui porque precisas de aparecer. É deprimente”, acrescentou. Esta está a ser considerada a pior seca de que há memória no leste australiano.

(Veja as imagens da seca total em New South Wales)