Austrália

Colheitas destruídas, escassez de água e falta de alimento. As imagens da seca total no estado mais populoso da Austrália

Em New South Wales, na Austrália, a seca total, considerada a pior seca de que há memória no leste australiano, já provocou a destruição de colheitas e está a preocupar os agricultores.

O estado mais populoso da Austrália, New South Wales, está em seca total, confirmaram esta quarta-feira as autoridades citadas pela BBC. São muitas as histórias que têm chegado de agricultores da região sobre colheitas destruídas, escassez severa de água e impossibilidade de alimentar o gado, levando a graves problemas financeiros.

O governo de New South Wales, a região responsável por cerca de um quarto da produção agrícola australiana, anunciou que já foi fornecido um apoio de cerca de 368 milhões de euros à agricultura. “Não há nenhuma pessoa no Estado que não esteja à espera de ver alguma chuva para os nossos agricultores e comunidades regionais”, disse o Ministro das Indústrias Primárias, Niall Blair.

O problema começa agora a ser sentido fora de New South Wales. Mais de metade da vizinha Queensland está em seca, partes de Victoria e da Austrália do Sul estão a passar por condições meteorológicas mais secas do que o esperado. No passado domingo o primeiro-ministro, Malcolm Turnbull, avisou: o país está a tornar-se uma “terra de seca”.

“É como estar preso todos os dias”, explicou uma agricultora de Queensland, Ashley Gamble, à Nine Network, citada pela BBC. “Apareces aqui porque precisas de aparecer. É deprimente”, acrescentou. Esta está a ser considerada a pior seca de que há memória no leste australiano.

(Veja as imagens da seca total em New South Wales)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Mulher

Go girls, go! /premium

Laurinda Alves

Ainda tão jovens, com pouco mais de vinte anos, todas sabem exactamente por onde querem começar e atrevem-se a dizer, como Elvira: “sou parte da geração que vai mudar o meu país!”. E nós acreditamos.

António Costa

O caminho para lado nenhum /premium

Rui Ramos

O sucesso de António Costa reflecte a capacidade de que a oligarquia política continua a dispor, numa sociedade envelhecida e dependente, de fazer pagar por todos o que só beneficia alguns. 

Assalto em Tancos

Tancos: é ainda pior do que parece

Bruno Cardoso Reis

Se é certo que em Portugal as Forças Armadas sempre serviram para bem mais do que fazer a guerra, hoje em dia essas outras tarefas são cada vez mais numerosas e cada vez mais vitais. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)