Os Estados Unidos da América vão impor novas sanções à Rússia sob a lei de guerra química e biológica, depois do ataque com o agente nervoso Novichok contra o antigo espião russo Sergei Skripal.

O anúncio foi feito pela porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Heather Nauert, que, citada pela CNN, afirma que a decisão de aplicar sanções foi tomada na segunda-feira passada e que as mesmas deverão entrar em vigor no dia 22 de agosto.

Sergei Skripal é um ex-espião russo que trabalhou como agente duplo para o Reino Unido. Condenado por traição pela Rússia, conseguiu estabelecer-se no Reino Unido através de uma troca de espiões. Recentemente, Skripal e a filha, Yulia, que o visitava em Salisbury, onde vive, foram envenenados com um agente químico que será de fabrico russo.

Quem é o agente duplo Sergei Skripal e porque foi envenenado?

Recorde-se que o ataque causou mal-estar entre as principais potências do Ocidente e a Rússia, tendo mesmo levado à expulsão de mais de uma centena de diplomatas russos dos Estados Unidos, Reino Unido e de vários outros países da União Europeia.

O Reino Unido continua a insistir que o ataque foi executado pela Rússia e, por isso,  expulsou 23 diplomatas russos do país. A decisão mereceu uma resposta recíproca por parte do Kremlin, que mandou embora do país um número igual de diplomatas britânicos, além de ter suspendido a atividade do British Council no país. Portugal decidiu não expulsar qualquer diplomata russo.