Nações Unidas

Assembleia-Geral da ONU aprova Bachelet como Alta-Comissária para os Direitos Humanos

Por unanimidade e aclamação, os 193 Estados com assento na Assembleia-Geral da ONU apoiaram a nomeação da ex-presidente do Chile para Alta-Comissária para os Direitos Humanos

ALEX IBANEZ HANDOUT/EPA

A Assembleia-Geral das Nações Unidas aprovou esta sexta-feira oficialmente a nomeação, anunciada na quarta-feira, da antiga Presidente do Chile Michelle Bachelet como Alta-Comissária para os Direitos Humanos.

Por unanimidade e aclamação, os 193 Estados com assento na Assembleia-Geral apoiaram Bachelet, nomeada esta semana pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, após consultas com os grupos regionais.

Michelle Bachelet, de 66 anos, assumirá o cargo a 1 de setembro, por um período de quatro anos, sucedendo ao diplomata jordano Zeid Ra’ad Al-Hussein, um crítico feroz dos abusos dos direitos humanos em todo o mundo que reitera que não é o organismo que dirige que “envergonha os Governos, eles envergonham-se a si mesmos”.

Al-Hussein, membro da família real jordana, cujo mandato de quatro anos termina a 31 de agosto, saudou esta sextafeora a escolha de Bachelet como sua sucessora, elogiando o seu “profundo empenho na defesa dos direitos humanos”.

Em comunicado, o Alto-Comissário cessante declarou-se “realmente encantado” com a nomeação da antiga chefe de Estado chilena.

Ela tem todas as qualidades — coragem, perseverança, paixão e um profundo compromisso com os direitos humanos — para ser uma Alta-Comissária bem-sucedida”, sublinhou.

Todos os grupos regionais das Nações Unidas celebraram esta sexta-feira a nomeação e destacaram a grande experiência internacional de Bachelet e o seu empenho na defesa dos direitos humanos, em especial na defesa das mulheres.

A ex-Presidente chilena, que ficará à frente da ampla estrutura de direitos humanos da ONU, com sede principal em Genebra, na Suíça, será a principal responsável por denunciar os abusos mais graves e trabalhar com os Governos para melhorar a proteção dos direitos humanos em todo o mundo.

O cargo é considerado um dos mais complexos dentro da ONU, e os seus titulares têm sido amiúde alvo de críticas e pressões de líderes internacionais.

Com esta nomeação, Bachelet regressa às Nações Unidas, onde foi, entre 2010 e 2013, a primeira diretora-executiva da ONU Mulheres. A dirigente socialista foi Presidente do Chile em dois períodos, entre 2006 e 2010 e entre 2014 e março deste ano.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)