A Polícia Judiciária estará a investigar uma denúncia sobre um esquema de apostas desportivas fraudulentas que envolve “vários futebolistas e dirigentes” de equipas da Primeira Liga portuguesa, noticia o Jornal de Notícias na sua edição em papel esta terça-feira. Há suspeitas em particular de envolvimento de “dirigentes e jogadores de um clube da zona Norte” neste esquema de viciação de resultados, acrescenta o diário.

Esta será “uma das vertentes da investigação judicial em torno de ilícitos praticados no mundo do futebol”, que deu origem a buscas no Estádio da Luz no âmbito do processo “Mala Ciao”, operação que investiga alegadas promessas de quantias avultadas em dinheiro oferecidas a jogadores da equipa de futebol do Desportivo das Aves por representantes do Sport Lisboa Benfica, em caso de vitória do clube avense contra o F. C. Porto, na época 2015/2016.

Os possíveis crimes agora denunciados são semelhantes aos investigados na operação “Jogo Duplo”, em que estão neste momento a ser julgados oito antigos jogadores do Oriental de Lisboa, ex-futebolistas do Oliveirense, Penafiel e Académico de Viseu e ainda dirigentes, empresários, pessoas ligadas ao negócio das apostas desportivas e um elemento de uma claque de futebol.

Se as suspeitas são semelhantes — a de resultados combinados –, há uma diferença notória: no processo “Jogo Duplo” foram apenas considerados suspeitos atletas e dirigentes de clubes de divisões inferiores do futebol português. Já as novas denúncias visarão figuras da Primeira Liga nacional.