Dois militares da GNR sofreram ferimentos ligeiros ao serem agredidos e atropelados depois de serem chamados a um empreendimento turístico de Pataias, Alcobaça, por problemas com hóspedes, disseram esta quinta-feira à Lusa fontes dos bombeiros e da GNR. Na quarta-feira, uma patrulha do Posto de Pataias da GNR foi chamada a um empreendimento turístico da Burinhosa por haver problemas com hóspedes, afirmou à agência Lusa fonte da GNR.

Por alegadamente não acatar as ordens da GNR, o proprietário do estabelecimento começou a injuriar e agredir os dois militares da GNR, e mais tarde atropelou-os com a sua viatura, acrescentou a fonte. O homem foi detido pela GNR.

Às 14:25 de quarta-feira, os bombeiros de Pataias foram chamados ao Posto da GNR para transportar ao hospital de Leiria o alegado agressor e os dois militares da GNR, os três com ferimentos ligeiros, afirmou o comandante da corporação, Nélio Gomes. Mais tarde, os três tiveram alta hospitalar. Um dos militares encontra-se de baixa, devido aos ferimentos provocados.

O detido foi esta quinta-feira presente a primeiro interrogatório judicial e ficou sujeito a termo de identidade e residência até à conclusão do inquérito.