13.600 libras. Aproximadamente 14.630 euros. É esta a quantia que Tereza Burki, uma mulher britânica de 47 anos, vai receber depois de processar uma agência de encontros de elite por não ter encontrado aquele que seria, de acordo com a sua descrição, “possivelmente o homem dos meus sonhos, o pai dos meus filhos”. Burki acusou a Seventy Thirty de fraude e deturpação: esta quarta-feira, um tribunal inglês decidiu que a empresa enganou a cliente no que toca ao número de membros inscritos.

Tereza Burki, que vive em Chelsea e tem três filhos, abordou a agência de encontros em 2013 à procura de um novo companheiro. Os padrões eram elevados mas diretos: “Um cavalheiro sofisticado”, idealmente a trabalhar no setor financeiro, que levasse “um estilo de vida abastado” e estivesse “disponível para viajar internacionalmente”. Além disso, a britânica queria encontrar uma pessoa que estivesse disposta a ter filhos, já que sempre quis ter quatro crianças. Encorajada por tudo o que leu sobre a Seventy Thirty, contratou os serviços da agência: o valor da inscrição foi superior a 12 mil libras.

O tribunal utilizou as garantias dadas por Lemarc Thomas, o então diretor da Seventy Thirty, a Tereza Burki como prova dos danos provocados. De acordo com o The Guardian, Thomas terá dito à britânica que existia um “número substancial” de homens ricos inscritos na agência de encontros que preenchiam os critérios apontados por Burki. O que aconteceu foi que, na verdade, apenas 100 homens estavam inscritos na agência: retirando a esses 100 aqueles que não batiam certo com os padrões de Tereza Burki, o tribunal considerou que nem com “um esforço de imaginação” se pode considerar este um “número substancial”.

“Caso Tereza Burki tivesse sabido qual era o número real de membros ativos, ela não tinha contratado os serviços da Seventy Thirty”, garantiu o juiz Richard Parkes, acrescentando que este é “um caso sobre uma mulher à procura de felicidade romântica que diz que foi enganada, pagou uma grande soma de dinheiro a uma agência de encontros que, segundo ela, fez promessas mas falhou a produzir resultados”.

A Seventy Thirty foi condenada a pagar 12.600 libras por fraude mais 500 libras por danos psicológicos. Ainda assim, também Tereza Burki terá de pagar 5 mil libras à agência de encontros – foi processada por difamação devido a duas críticas online.