Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Ministério Público e a Polícia Judiciária (PJ) continuam a investigar a relação entre o Benfica e o Desportivo das Aves. Os agentes envolvidos na investigação terão encontrado indícios de que a transferência de vários jogadores para o Aves terá sido paga pelo Benfica.

A notícia avançada na versão impressa do Jornal de Notícias (JN) indica que uma eventual participação direta de Luís Filipe Vieira nesses negócios também estará a ser escrutinada.

Em causa está o contorno à limitação de um máximo de três empréstimos por época entre clubes através da cláusula de recompra de jogadores, o que alegadamente teria sido usado pelos encarnados para criar uma situação de dependência destes clubes mais pequenos face ao Benfica.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/corrupcao-em-portugal/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”347″ slug=”corrupcao-em-portugal” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/corrupcao-em-portugal/thumbnail?version=1517498045534&locale=pt-PT&publisher=observador.pt” mce-placeholder=”1″]

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Agora, as suspeitas da PJ recaem sobre as transferências entre o Benfica e o clube minhoto. O inquérito, que analisa indícios da prática de corrupção e tráfico de influência, investiga a compra de passes de jogadores por parte do Desportivo das Aves. Transferências essas que seriam pagas pelo Benfica com o objetivo de criar “um ascendente” sobre o clube nortenho.

Esta terça-feira, o mesmo jornal avançou a notícia de que o clube da luz estaria a ser investigado no âmbito da operação “Mala Ciao” por ter tentado “incentivar” os jogadores do Aves a vencer o FC Porto na 29ª jornada do campeonato 2017/2018, antes do clássico na Luz que viria a ser ganho pelo FC Porto com um golo de Herrera ao cair do pano.

Benfica desmente ter aliciado jogadores do Aves para ganhar ao FC Porto

Contactado pela TSF, o Benfica assegura que a notícia é completamente falsa e que nenhum dirigente encarnado foi ouvido sobre o assunto.