Índia

Inundações provocam mais de 160 mortos no Estado indiano de Kerala

As fortes chuvas nos últimos dias desencadearam inundações, deslizamentos de terra e desmoronamentos em pontes e estradas, causando distúrbios nos serviços aéreos e ferroviários no estado de Kerala.

PRAKASH ELAMAKKARA/EPA

Um novo balanço das autoridades indianas aponta para 164 pessoas mortas e mais de 50 mil deslocados na sequência de inundações em Kerala, onde decorrem operações para resgatar centenas de pessoas presas nos telhados.

As chuvas torrenciais, trazidas pelas monções, pararam esta sexta-feira e milhares de equipas de resgate estão a trabalhar de forma a transferirem a população para 1.200 campos estatais, onde mais de 150 mil pessoas já se encontram abrigadas.

As fortes chuvas nos últimos oito dias desencadearam inundações, deslizamentos de terra e desmoronamentos em pontes e estradas, causando sérios distúrbios nos serviços aéreos e ferroviários no estado de Kerala.

O Estado de Kerala, procurado pelos turistas devido às praias rodeadas de palmeiras e às plantações de chá, é todos os anos afetado por fortes chuvas na época das monções, mas este ano a precipitação está a ser particularmente forte. Mais de um milhão de turistas visitaram o estado no ano passado, segundo estatísticas oficiais.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PS

O terrível regresso da "Europa da troika" /premium

Miguel Pinheiro

Nas eleições europeias, o PS é contra a "Europa da troika", contra a "Europa dos populistas" e contra a "Europa do Brexit". Ou seja: é uma soma de confusões, contradições e baralhações.

Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Governo

Cogitações sobre a remodelação /premium

Maria João Marques

Costa promoveu pessoas com pouquíssima experiência profissional fora da vida política. É dos piores indicadores para qualquer político. Viver sempre na bolha dos partidos é péssimo cartão de visita.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)