Daimler

Daimler chama às oficinas um milhão de carros para verificação do sistema de emissões

Veículos de todas as classes automóveis da marca alemã estão sob suspeita de terem um sistema para manipular as emissões de gases poluentes.

FRANZISKA KRAUFMANN/EPA

O fabricante automóvel alemão Daimler vai chamar às suas oficinas mais de um milhão de veículos, devido a uma suspeita do Governo federal relacionada com um sistema incluido nos carros para manipular as emissões de gases poluentes, afetando praticamente todas as classes, noticiou o semanário alemão Der Spiegel. O jornal teve acesso a uma lista do gabinete federal de veículos a motor da Alemanha que contempla 24 modelos — alguns dos quais ainda à venda — que receberam uma ordem para fazerem uma revisão.

No total, a Daimler – cuja marca mais conhecida é a Mercedes-Benz – pediu para serem levados a fazer revisão 280 mil carros na Alemanha e 700 mil no resto da Europa.

A lista abrange, nomeadamente, o modelo a diesel mais pequeno com motor Renault dos Mercedes classe C e o C300 Hybrid com motor Mercedes, vários modelos da classe E e carros comercializados como sendo particularmente ecológicos, com motor híbrido na classe de luxo S, explica o jornal.

Na classe G, foram abrangidos vários automóveis ‘todo o terreno’ como os Mercedes ML, o GLE e o GLC, assim como o ‘coupé’ desportivo CLS e o descapotável SLK.

A Daimler também chamou às oficinas as Vito, a classe V e a Sprinter.

Um porta-voz da Daimler confirmou ao jornal que se trata dos modelos enumerados pelo presidente da empresa, Dieter Zetsche, durante conversações com o Ministério do Transporte.

Acrescentou que o fabricante vai contestar, mas, ao mesmo tempo, vai desenvolver atualizações do ‘software’ e informará os clientes assim que estejam aprovadas.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote na segunda edição do concurso dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto ObservadorVote agora

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)