Corrupção

Subdiretor de empresa aeroespacial russa detido por suspeita de corrupção

Subdiretor da empresa aeroespacial russa Energuia, Alexéi Beloborodov, foi detido por suspeita de corrupção, informou o comité de instrução da Rússia.

YURI KOCHETKOV/EPA

O subdiretor da empresa aeroespacial russa Energuia, Alexéi Beloborodov, foi detido este domingo por suspeita de corrupção, informou o comité de instrução da Rússia.

Alexéi Beloborodov foi detido junto a um dos seus funcionários, por tentativa de fraude, pouco depois de a agência espacial russa, a Roscosmos, ter pedido ao Tribunal de Contas russo a realização de uma auditoria à empresa.

O diretor da Roscosmos, Dmitri Rogozin, até recentemente vice-primeiro-ministro para a indústria espacial e militar, pediu colaboração na investigação.

A Energuia, empresa fundada em 1946, é um dos maiores fabricantes russos de equipamentos aeroespaciais, desde naves, estações, foguetões e satélites.

Nos últimos anos, a indústria aeroespacial russa foi afetada por vários casos de corrupção, negligência e lançamentos falhados que provocaram o afastamento de vários cargos diretivos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)