Depois de Elon Musk ter dado uma entrevista ao New York Times na passada quinta-feira onde admitia que “este ano foi o mais difícil e mais doloroso”, Arianna Huffington, co-fundadora do Huffington Post, decidiu deixar alguns conselhos ao CEO da Tesla.

Este domingo, Arianna Huffington escreveu um texto no seu site sobre bem-estar, Thrive Global, onde diz que o sucesso da empresa de carros elétricos “não depende do número de horas” que Elon Musk está acordado a trabalhar: “Para a Tesla — e o mundo (para não te mencionar a ti e aos teus lindos filhos) — seria melhor se tirasses algum tempo para recarregares e te reconectares com as tuas excecionais reservas de criatividade e poder de inovar”.

Na entrevista da passada quinta-feira, Elon Musk admitiu que tem trabalhado 120 horas por semana e que não tira mais de uma semana seguida de férias desde 2001. Este ano, garante, passou as 24 horas inteiras do seu aniversário a trabalhar. “Toda a noite — nada de amigos, nada”, declarou.

Elon Musk assume problemas na liderança da Tesla: “Este foi o ano mais difícil e doloroso da minha carreira”

O texto foi partilhado através do Twitter, onde Arianna Huffington pediu a Musk que mudasse “a forma de trabalhar”. “Tu precisas, a Tesla precisa e o mundo precisa”, escreveu. Horas depois, às 2h30 da manhã (10h30 em Portugal) o fundador da Tesla respondeu, usando a mesma rede social: “A Ford e a Tesla são as duas únicas empresas de automóveis a evitar a falência. Cheguei agora a casa vindo da fábrica. Pensas que isto é uma opção. Não é”, escreveu.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR