O sérvio Novak Djokovic ascendeu quatro posições e ocupa agora o sexto lugar do ranking mundial de ténis, na atualização semanal da hierarquia que continua a ser liderada pelo espanhol Rafael Nadal. O triunfo (6-4, 6-4) deste domingo no Masters 1000 de Cincinnati, diante do suíço Roger Federer, tornou o antigo número um no único tenista a vencer os nove torneios da categoria Masters.

Ainda no top 10, registam-se a subida do sul-africano Kevin Anderson ao quinto posto e as quedas do búlgaro Grigor Dimitrov (de 5.º para 8.º) e do austríaco Dominic Thiem (de 8.º para 9.º). O português João Sousa, único representante entre os 100 primeiros, voltou a cair no ranking, descendo seis lugares para a atual 67.ª posição.

Por sua vez, Pedro Sousa subiu nove posições, para ocupar o posto 115 do mundo, Gastão Elias caiu 12 lugares e é o 147.º, João Domingues deu um “salto” de 31 posições, para o 216.º, e Gonçalo Oliveira baixou 11, para 264.º. No ranking feminino, a romena Simona Halep permanece no primeiro lugar, numa lista que primou pela estabilidade entre as dez primeiras.

Apenas se registou a ascensão da russa Petra Kvitova ao quinto posto, por troca com a francesa Caroline Garcia (6.ª), e as subidas de um lugar para Julia Goerges (9.ª) e Jelena Ostapenko (10.ª), face à queda da espanhola Garbine Muguruza para fora do top 10.