O incêndio que deflagrou esta segunda-feira na cobertura de um edifício em Campo de Ourique, Lisboa, estava circunscrito pelas 11:20, disse à Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores. O prédio em questão encontra-se em obras. Em declarações aos jornalistas, Pedro Patrício dos Bombeiros Sapadores de Lisboa explicou que dois apartamentos foram afetadas pelas chamas, estando um deles inabitado, e as frações adjacentes foram afetadas pela água.

O fogo deflagrou às 10h24 no número 14 da Rua Ferreira Borges, perto do Jardim da Estrela. Os bombeiros procederam ao resgate de uma pessoa que ainda se encontrava dentro de casa quando chegaram as equipas de socorro. A dada altura, ocorreu uma explosão na cobertura do edifício. Um bombeiro ficou com ferimentos ligeiros no seguimento da explosão e está a ser assistido no hospital.

Inicialmente, os Sapadores indicaram tratar-se de um edifício de cinco andares, corrigindo depois a informação, uma vez que o prédio tem seis andares.

De acordo com fonte oficial do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, trata-se de um prédio de habitação, que foi entretanto evacuado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“A dada altura houve uma explosão, que provocou danos em várias viaturas”, referiu a mesma fonte.

A circulação automóvel na Rua Ferreira Borges estava pelas 11h00 “bastante condicionada”, sendo necessário “em algumas alturas” proceder a cortes de trânsito para circulação dos veículos de socorro.

Além dos bombeiros e da PSP, estiveram no local meios do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Os Sapadores mobilizaram 32 operacionais e 10 veículos, havendo ainda uma viatura dos Bombeiros Voluntários de Campo de Ourique.