A italiana Amplifon notificou a Autoridade da Concorrência da compra do grupo Gaes, que vende em Portugal aparelhos auditivos e produtos complementares, revela um aviso daquela autoridade publicado esta quarta-feira.

No ano passado, a multinacional italiana, com 55 centros em Portugal continental, comprou 100% do capital da Minisom, que vendia aparelhos auditivos em mais de 70 lojas portuguesas, à sua acionista única, a AudioNova International.

A compra do controlo exclusivo do grupo Gaes, segundo a notificação feita há uma semana à Autoridade da Concorrência, vai ser efetuada através da aquisição da totalidade das ações representativas de 100% do capital social das diversas sociedades que compõem aquele grupo, designadamente, da sociedade anónima Gaes, da Microson, da sociedade Gaes/Chile, da Gaes/Argentina e do Instituto Valenciano de la Sordera.

A Amplifon é uma sociedade cotada na bolsa italiana, que desenvolve a sua atividade em Portugal na venda a retalho de aparelhos auditivos e acessórios através da sociedade Amplifon Portugal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Grupo Gaes dedica-se à distribuição por grosso e à venda a retalho de aparelhos auditivos, produtos complementares e acessórios no território português.

A Minisom encontrava-se, desde 2008, nas mãos da Audionova. Em setembro de 2016, passou para ‘holding’ suíça Sonova e em março do ano passado para a Amplifon.