País

Apreendidas mais de duas toneladas de bivalves em Viana do Castelo

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR aprendeu, em Viana do Castelo, 2.800 quilogramas de amêijoa-japonesa, no "valor aproximado de 25 mil euros", que teria como destino o mercado espanhol.

José Goulao/LUSA

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR aprendeu esta segunda-feira, em Viana do Castelo, 2.800 quilogramas de amêijoa-japonesa, no “valor aproximado de 25 mil euros”, que teria como destino o mercado espanhol, adiantou à Lusa fonte policial. Segundo explicou fonte do Destacamento de Controlo Costeiro de Matosinhos daquela força policial, que realizou aquela apreensão, a amêijoa-japanosa apreendida “”não tinha o tamanho mínimo exigido legalmente” e “teria como destino o mercado espanhol”.

Os bivalves, acrescentou, “eram provenientes do rio Tejo, na zona de Lisboa, e eram na sua maioria imaturos, com 2,5 centímetros”, sendo que “o tamanho mínimo exigido por lei, para ser capturado, transportado e comercializado é de quatro centímetros”.

A ação desta segunda-feira “foi uma das muitas que as autoridades fazem [na costa portuguesa] e das quais já resultaram em muitas apreensões, algumas de quantidades maiores”, referiu. Da operação resultou ainda a identificação de um homem de 56 anos e elaborado o respetivo auto de contraordenação.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Global Shapers

Pai para mim, mãe para ti  /premium

Inês Relvas
143

Com a existência de um período de licença igualmente longo por parte dos pais, a decisão de preferência de um homem versus uma mulher para uma posição de trabalho poderá finalmente deixar de existir. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)