O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou esta segunda-feira que apresentará “nos próximos meses” um projeto de reforço da segurança na Europa, considerando que ela não pode apoiar-se apenas nos Estados Unidos.

“Devemos retirar todas as consequências do fim da Guerra Fria”, adiantou, precisando desejar que seja lançada uma “reflexão exaustiva sobre estas questões com todos os parceiros da Europa e, logo, com a Rússia”. Macron dirigia-se a cerca de 250 embaixadores franceses reunidos no Eliseu.