A GNR está a procurar o homem suspeito de ter matado a mulher em Quiaios, Figueira da Foz, depois de ter entrado na casa do casal e não o ter encontrado, disse fonte daquela organização militar.

No local, às 15h20, Henrique Armindo, segundo comandante do Comando Territorial de Coimbra, disse aos jornalistas que o homem sofre de problemas psiquiátricos. A GNR pede à população “que comunique, caso aviste o homem, mas que não se aproxime, porque o homem pode estar armado e desconhece-se que tipo de comportamento poderá ter”.

A GNR informou minutos depois que mantinha “diligências” para encontrar o suspeito, que estará armado e que terá matado a mulher com um único tiro. A GNR encontrou também outras armas no interior da casa. No local, além da GNR, bombeiros e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), está a Polícia Judiciária. A vítima tinha 48 anos e o alerta para o incidente foi dado pelo filho do casal pouco depois das 07h30, disse à Lusa a GNR.