Rádio Observador

Brasil

Economia brasileira com crescimento de apenas 0,2% no segundo trimestre do ano

O Produto Interno Bruto do Brasil avançou 0,2% no segundo trimestre, face ao primeiro trimestre do ano, informou esta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

PAULO NOVAIS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil avançou 0,2% no segundo trimestre, face ao primeiro trimestre do ano, informou esta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O sector de serviços foi responsável pelo desempenho positivo da economia brasileira, registando alta de 0,3%.

Houve estabilidade na agropecuária (0,0%) e uma queda de 0,6% da indústria. A despesa de consumo das famílias e as despesas de consumo do Governo brasileiro tiveram variações positivas de, respectivamente, 0,1% e 0,5%. No setor externo, as exportações de bens e serviços do país caíram 5,5%, enquanto as importações recuaram 2,1% em relação ao primeiro trimestre de 2018.

De abril a junho o PIB brasileiro totalizou 1,693 biliões de reais (348 mil milhões de euros). A produção total de riqueza no Brasil aumentou 1% no segundo trimestre de 2018, face ao mesmo período de 2017, alcançando o quinto resultado positivo consecutivo nesse tipo de comparação. Na comparação ano a ano os sectores indústria e serviços cresceram 1,2%, enquanto a agropecuária recuou 0,4%.

No acumulado dos quatro últimos trimestres, o PIB brasileiro cresceu 1,4% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores. O IBGE também revisou os últimos quatro resultados do PIB do país. No primeiro trimestre de 2018 a expansão anunciada anteriormente de 0,4% desceu para 0,1%. No quarto trimestre de 2017 o resultado ficou estável (0%), ou seja, não houve o crescimento de 0,2% anunciado anteriormente.

No terceiro trimestre de 2017 o crescimento foi de 0,6%, resultado maior do que a alta de 0,3% divulgada pelo IBGE. Por fim, o órgão informou que no segundo trimestre de 2017 o crescimento foi revisado de 0,6% para 0,4%.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Brasil

O populismo nosso de cada dia

José Augusto Filho

Enquanto os planos de recuperação económica não surtem efeito, Bolsonaro tenta governar acima das instituições democráticas adotando um presidencialismo plebiscitário tipicamente populista.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)