314kWh poupados com o
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo MEO

Veja as melhores ofertas de telecomunicações aqui.

Bruno de Carvalho ataca: Madeira Rodrigues e Ricciardi são "farinha do mesmo saco"; Benedito devia "esquecer as eleições"

Este artigo tem mais de 3 anos

Primeiro presidente destituído da história do Sporting relembra caso de 2017, deixa crítica a Madeira Rodrigues e Ricciardi e apresenta as suas razões contra o modelo de gestão defendido por Benedito.

Bruno de Carvalho recorreu ao seu Facebook pessoal para manifestar a sua opinião
i

Bruno de Carvalho recorreu ao seu Facebook pessoal para manifestar a sua opinião

AFP/Getty Images

Bruno de Carvalho recorreu ao seu Facebook pessoal para manifestar a sua opinião

AFP/Getty Images

Um dia depois de desistir da providência cautelar que tinha interposto para poder ser candidato à presidência do Sporting, Bruno de Carvalho voltou ao ataque e utilizou as redes sociais para criticar dois candidatos e um desistente de última hora: José Maria Ricciardi, João Benedito e Pedro Madeira Rodrigues foram os alvos.

Bruno de Carvalho desiste de providência cautelar contra o Sporting

A desistência de Madeira Rodrigues a favor de Ricciardi não passou despercebida ao ex-presidente destituído, que considerou o seu opositor em 2017 e o atual líder da lista B “farinha do mesmo saco”. Bruno de Carvalho recorda as eleições de 2017, quando Madeira Rodrigues criticou e acusou Ricciardi de querer vender a maioria da SAD leonina e defender um papel figurativo do presidente da SAD no modelo de gestão do clube.

Desporto. A gravação que agitou as eleições do Sporting

Já ao início da tarde desta terça-feira, Bruno de Carvalho tinha virado atenções para João Benedito e o seu modelo de gestão. O antigo capitão da equipa de futsal verde e branca defende um projeto semelhante ao do Bayern Munique, tendo mesmo estado nas instalações do gigante bávaro acompanhado por Karl-Heinz Rummenigge, presidente executivo do hexacampeão alemão.

Para Bruno de Carvalho, o modelo de gestão do Bayern Munique não é exemplo a seguir e o ex-líder leonino apresenta os seus argumentos, antes de deixar um conselho a João Benedito: “Esquece as eleições e tenta ir para a FPF para a parte do futsal”.

A página está a demorar muito tempo.