A editora Cotovia vai lançar, no primeiro semestre de 2019, A Mesa Está Posta, que reúne um vasto conjunto de textos sobre teatro escritos por Jorge Silva Melo. O livro pretende assinalar o septuagésimo aniversário do autor, encenador e diretor dos Artistas Unidos, celebrado em agosto deste ano, adiantou a Cotovia ao Observador.

Além de A Mesa Está Posta, a editora, dirigida por Fernanda Mira Barros desde a morte de André Fernandes Jorge, em 2016, vai lançar Geórgicas, de Virgílio, e Sete Contra Tebas, de Ésquilo, no âmbito da coleção de clássicos. No primeiro semestre de 2019 será ainda editado o sexto volume da coleção de teatro de Bertolt Brecht, organizado por José Maria Vieira Mendes, e a Poesia Reunida, de Miguel Martins.

Rentrée da Cotovia faz-se com literatura infantil

Até ao final deste ano, a Cotovia vai publicar três títulos na chancela Libelinha. O primeiro será um volume de uma série de livros de tiras de Hugo van der Ding, intitulado Que Deus me Perdoe; os seguintes serão O Cérebro e os Alimentos: Como as substâncias químicas controlam o modo como pensamos e sentimos, de Gary L. Wenk, e Alfabeto para Gourmets, de M. F. K. Fisher.

No primeiro semestre de 2019, será publicado ainda um outro título da Libelinha: um volume de histórias da Tia Mira, escrito por Fernanda Mira Barros e ilustrado por Joana Villaverde.