Dark Mode 79,6 kWh poupados com o MEO
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Norte-americano residente em Lisboa salva-se de acidente graças a post no Facebook

Mikey Lythcott, de 36 anos, estava de férias na Indonésia quando teve um acidente de mota que lhe provocou múltiplas fracturas. Foi salvo algumas horas depois graças a uma publicação no Facebook.

Aos 36 anos, Mikey Lythcott já visitou os quatro cantos do mundo. A sua última viagem, em agosto, levou o norte-americano residente em Lisboa à ilha de Bali, na Indonésia, onde se encontrou com Stacey Eno, uma professora de inglês na Coreia do Sul que conheceu em fevereiro enquanto viajava pela Tailândia e com a qual tinha combinado encontrar-se no mês passado.

As férias tinham tudo para correr bem, mas a viagem teve um desfecho trágico: poucas horas depois de terem chegado a Bali, Mikey Lythcott e Stacey Eno tiveram um acidente de mota na zona florestal de Ubud e caíram por uma ravina. Apesar de não terem perdido imediatamente a consciência, nenhum dos dois se conseguia mexer. “Pensei: ‘Vou morrer aqui'”, confessou Lythcott à CNN. “Ninguém sabia que estávamos ali, que estávamos os feridos e, por um instante, nem sequer me conseguia lembrar de como é que lá tínhamos chegado.”

Mikey Lythcott começou a pensar no que podia fazer para sair daquela situação. O telemóvel que trazia com um cartão SIM indonésio tinha-lhe caído do bolso mas, para sua grande surpresa, o norte-americano ainda lá estava. “Peguei nele, liguei o roaming internacional e consegui um sinal fraco.” Entrou na conta de Facebook, onde costuma documentar as suas viagens e deixou um pedido desesperado de ajuda no mural: “Socorro. Em perigo. Chamem a polícia”. Ficou à espera.

A resposta não tardou a chegar. Aimee Sparks, de Seattle, viu a mensagem “um ou dois minutos depois” e tentou entrar em contacto com o amigo. “Entrei na página de Facebook dele. Ia-lhe mandar uma mensagem quando me lembrei que agora existe a opção de fazer uma chamada. Então, liguei-lhe. Acho que fui a primeira pessoa a falar com ele”, contou também à CNN. “Foi ótimo falar com ele porque algumas pessoas estavam preocupadas que o dele telemóvel tivesse sido roubado ou que a conta [da rede social] tivesse sido ‘hackeada'”, acrescentou.

Depois de falar com o amigo, Aimee Sparks, que conhece Mikey Lythcott de 2004, apercebeu-se de que o norte-americano estava gravemente ferido e que precisava urgentemente de ajuda. “Ele disse-me que não sabia onde estava, que tinha acordado no meio da floresta. Estava muito desorientado. Pedi-lhe para me mandar um pin [que assinalava o local onde estava], e ele fez isso.”

Foi graças a este pin que os amigos que Lythcott foi fazendo pelos vários cantos do mundo conseguiram entrar em contacto com o consulado norte-americano em Bali, explicar o que tinha acontecido e indicar o local acidente. “Recebi uma chamada do consulado de um homem chamado Joe, que me disse que a ajuda estava a caminho e que me pediu para o ajudar a encontrar-me”, contou Mikey Lythcott. “Disse-lhe que havia um hotel perto do meu pin, e que eu estaria mesmo a seguir.” Depois disso, Lythcott ficou sem bateria.

De acordo com Mikey Lythcott, terão passado três a quatro horas até que  começou a ouvir pessoas na estrada. Era a equipa de resgate. Ele e Stacey Eno foram colocados na parte de trás de uma carrinha e transportados para o hospital local. Depois de feitos alguns exames, percebeu-se que era preciso transferi-los para um estabelecimento médico com melhor equipamendo. Foram então levados para o BIMC Hospital, em Kuta, em Bali.

Mikey Lythcott, o mais ferido dos dois, foi operado a uma fratura no crânio, ao pulso e ao abdómen. Eno fraturou os ossos das bochechas, o nariz e o pulso, mas foi-lhe dada alta. Lythcott esteve no hospital até 3 de setembro, e parte dos tratamentos foi paga através de uma campanha de angariação. Apesar de tudo o que passou, considera-se um sortudo — sobreviveu a um acidente trágico, e tudo graças ao Facebook.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.